Vice-campeão olímpico conduz clínica com equipe do Iate

Atletas e professores da equipe de natação do Iate Clube participaram, nos dias 7 e 8 de novembro, da Clínica de Natação CBDA FINA, com o medalhista Olímpico Ricardo Prado. A abertura foi feita pela Diretora de Esportes Individuais, Ana Cláudia Barreto, representando o Comodoro Rudi Finger, que se declarou fã do campeão de natação tendo acompanhado várias de suas conquistas.

Um dois maiores nadadores da história da natação no Brasil, Prado começou a nadar com 5 anos de idade. Aos 7 anos, foi campeão brasileiro nos 50m borboleta. Convocado para a seleção brasileira absoluta com apenas 12 anos de idade, quebrou o recorde infantil sul americano nos 200m medley. Aos 15 anos, participou dos Jogos Olímpicos de Verão de 1980 em Moscou. Bateu o recorde mundial nos 400m medley, em 1982, em Guayaquil; foi vice-campeão olímpico na mesma prova nas Olimpíadas de Los Angeles em 1984 e foi ouro no Pan-Pacifico de Tóquio de 1985. É também detentor de vários recordes pan americanos, sul americanos e brasileiros, sendo que alguns duraram mais de 20 anos.

Repassando um pouco de seus conhecimentos e experiências para a equipe do Iate com  aulas teóricas e práticas, Prado abordou desde fundamentos básicos dos quatro estilos de nado (borboleta, costas, peito e crawl) até a montagem de treinos e planejamento de uma temporada e estratégias de desenvolvimento de atletas a longo prazo.

Ao apresentar sua trajetória nas piscinas e manifestar impressões pessoais, Ricardo Prado ressaltou para os atletas a importância do esforço pessoal, determinação e dedicação nos treinos em busca de técnica apurada. Em sua fala, fez questão de lembrar que nem todos os atletas serão olímpicos. “O importante é que cada um faça o seu melhor, que se dedique 100% para colher todos os frutos do esporte”, disse. Ao finalizar a última aula, Prado declarou-se bastante satisfeito com a participação. “Foram dias sensacionais, atletas muito bem treinados e disciplinados. Fiquei bem feliz e impressionado com toda a equipe. O esporte é ferramenta de educação importante e indispensável”, elogiou.

Encerrando o evento, o Vice-diretor de Esportes Aquáticos, Edward Cattete, afirmou que a Clínica reforça um dos grandes objetivos do clube: a valorização do esporte olímpico. “Nós almejamos sempre evoluir. Queremos que nossos atletas sigam o exemplo do Ricardo Prado. Promovemos esta oportunidade para que nadadores e treinadores ampliem seus conhecimentos e se empenhem em busca da realização de seus sonhos”, disse. Cattete ainda agradeceu o esforço de atletas, pais, treinadores e do Iate Clube, imprescindíveis para o sucesso no esporte.

Atletas do Iate retomam os treinos

Após 6 meses de espera ansiosa, os atletas federados e masters das equipes de Natação do Iate puderam retomar seus treinamentos. As piscinas do Clube estavam fechadas desde o dia 12 de março, cumprindo determinação do Governo do Distrito Federal, para o combate à pandemia da Covid19.

No dia 12 de setembro, as Piscinas Semiolímpicas do Iate foram reabertas para os atletas, seguindo medidas de segurança, com o objetivo de proteger a saúde da comunidade aquática Iatista. “O protocolo estabelecido pelo Iate atende às determinações do GDF e foi baseado nas orientações da Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA) e da Federação Internacional de Natação (FINA), visando evitar a contaminação do coronavírus no ambiente de treinamento dos nadadores”, explicou Edward Cattete, Vice-diretor de Esportes Aquáticos.

Para cumprir o distanciamento necessário, os atletas federados foram divididos em várias turmas com apenas um nadador por raia. Já os masters se revezam durante todo o dia, em horários estabelecidos ou agendados, também respeitando regras de distanciamento e segurança.

O calendário de competições regionais e nacionais foi prejudicado em 2020. “Para que os atletas não percam mais performance e mantenham-se motivados, faremos três tomadas de tempo oficiais até o final do ano. Além disso, estamos aguardando mais informações sobre campeonatos virtuais que a CBDA está planejando junto com as federações”, disse o treinador Fábio Costa. Para a equipe Master, também não há informações sobre competições em 2020. “Estamos aguardando as decisões da Associação Brasiliense de Masters de Natação (ABRAMN). Enquanto isso, é importante que os atletas masters também permaneçam ativos e se preocupem, acima de tudo, com sua saúde e segurança”, finalizou Cattete.

Piscinas Semiolímpicas serão reabertas para treinos neste sábado

O Decreto nº 41.170, publicado na edição do Diário Oficial do DF (DODF) do dia 3 de setembro, autoriza o uso de piscinas em clubes recreativos por todo o Distrito Federal, exclusivo para práticas desportivas individuais, como natação ou treinamento funcional. Dessa forma, segue proibida a utilização das piscinas em atividades de lazer.

Além disso, algumas regras deverão ser cumpridas pelos esportistas, como a necessidade de prévio agendamento de horário junto à Secretaria de Esportes Individuais, pelo telefone 3329-8753. O agendamento deve ocorrer, obrigatoriamente, até a véspera do dia de uso da piscina.

As piscinas ficarão abertas de segunda a sexta-feira, das 8h às 21h, e aos fins de semana e feriados, das 8h às 16h, a partir do dia 12 de setembro. Confira as normas, na íntegra, aqui no site do Iate e nas redes sociais do Clube.

Piscinas Semiolímpicas serão reabertas para treinos no dia 12

O Decreto nº 41.170, publicado na edição do Diário Oficial do DF (DODF) da última quinta-feira (3), autoriza o uso de piscinas em clubes recreativos por todo o Distrito Federal, exclusivo para práticas desportivas individuais, como natação ou treinamento funcional.

Dessa forma, segue proibida a utilização das piscinas em atividades de lazer. Além disso, algumas regras deverão ser cumpridas pelos esportistas, como a necessidade de prévio agendamento de horário junto à Secretaria de Esportes Individuais, pelo telefone 3329-8753. O agendamento deve ocorrer, obrigatoriamente, até a véspera do dia de uso da piscina. As piscinas ficarão abertas de segunda a sexta-feira, das 8h às 21h, e aos fins de semana e feriados, das 8h às 16h, a partir do dia 12 de setembro. Confira as normas:

Natação abre calendário de competições com vitórias

Uma coleção de medalhas e troféus abriu o calendário de competições da equipe de Natação do Iate Clube. Em Maceió, na praia de Pajuçara, os atletas Júlia Mesquita, Guilherme Rabelo, João Emanuel e Kenue Teixeira, acompanhados do treinador Fábio Costa, participaram da Copa Brasil de Maratonas Aquáticas. Júlia garantiu a 2ª colocação geral nos 5km e 3º lugar nos 2,5 km. Na prova de 5 km por categoria, Kenue foi 2º colocado, Guilherme foi 3º e João Emanuel chegou na 13a posição. Nos 2,5 km por categoria, Guilherme foi prata, Kenue garantiu a 4º colocação e João Emanuel chegou em 8o lugar.

Em Brasília, no Lago Paranoá, as pequenas Nina Xavier e Luísa Queiroga, com o treinador Vinicius Ribeiro, também deram show. A dupla nadou a prova de 1km e assegurou dois troféus: Nina foi campeã geral e Luísa, terceira colocada da prova. Um excelente início de uma temporada que promete uma sequência de resultados brilhantes.

Atletas, pais e técnicos traçam metas para 2020 da Natação

Treinadores, atletas e pais da equipe federada de Natação do Iate Clube se reuniram com o Vice-diretor de Esportes Aquáticos, Edward Cattete, para planejar e definir as atividades deste 1o semestre. A primeira competição, entre muitas do ano, foi o Torneio de Abertura da Federação de Desportos Aquáticos do Distrito Federal (FDADF), dias 15 e 16 de fevereiro.

O debate teve como foco a motivação da equipe e a necessidade de se investir nos treinos, de modo a garantir avanços e mais conquistas em 2020. Para isso, o treinador Fábio Costa pediu que cada atleta trace metas e determine os objetivos da temporada. Ele listou alguns “deveres do nadador”: cuidar da alimentação e preservar o sono; conhecer os índices de participação nas competições; respeitar as intensidades dos treinos; acompanhar os resultados; conhecer e respeitar os adversários; e treinar, treinar e treinar. “Nosso trabalho é conjunto, nossa missão é ajudar os atletas”, frisou. Já o treinador Vinicius Ribeiro destacou a relevância de se conhecer os nadadores. “É necessário entender e respeitar as individualidades de cada integrante da equipe”, disse.

No encerramento, Cattete afirmou que as equipes de Natação (federada, master e da Escola de Natação) são muito importantes para o Clube. “É um grande prazer acompanhar a evolução e as vitórias de nossos nadadores, que valorizam a marca Iate”, disse, lembrando que a atual gestão do Comodoro Rudi Finger vem apoiando e incentivando muito os atletas. Metas traçadas, planejamento delineado, agora a equipe federada volta às piscinas com propósito e garra. Que seja mais um ano de muitas braçadas e sucesso!