Cardápios dos bares e dos restaurantes estão disponíveis no site

A partir de agora, os Associados podem consultar os cardápios de todos os concessionários de alimentos e bebidas aqui no site, no menu RESTAURANTES, e também pelos QR Codes afixados nas mesas do Clube.

A iniciativa, coordenada pela Diretoria Administrativa e de Recursos Humanos, foi subsidiada pelas discussões e conclusões ocorridas no âmbito da Comissão Mista, instituída pelo Ato Conjunto nº 001/2020 — Gestão 2020-2023, bem como responde à exigência sanitária constante da alínea “a”, item E, do anexo único do Decreto nº 41.913/2021 do Governo do Distrito Federal. 

“Além disso, com esta melhoria, atendemos às reivindicações dos Sócios que, agora, podem consultar os itens sem precisarem manusear os cardápios físicos”, explica a Diretora da DARH, Luciane Zanella.

Atualmente, o Iate dispõe dos seguintes pontos gastronômicos: Bar dos Cunhados, Bar da Peteca, Creperia, Restaurante Vento em Popa, Lanchonete da Academia, Bar do Cerrado, Quiosque da Piscina do Feijão e Bar do Tênis.

Nos aparelhos mais recentes, basta apontar a câmera do celular para ler os códigos ou usar o Google Lens. Outra opção é baixar apps que façam a leitura, como o QR Scanner Kapersky, NeoReader QR ou QR Reader for iPhone.

De acordo com o Decreto n° 41.992/2021, os concessionários de alimentação e bebida podem funcionar das 11h às 21h e devem, obrigatoriamente, cumprir todas as determinações constantes da norma, bem como do protocolo interno do Iate e da Vigilância Sanitária, obrigatório para todos os estabelecimentos comerciais do ramo alimentício. 

Para garantir a proteção de todos, o atendimento ao Sócio é feito somente com a utilização de máscaras de proteção facial. “É fundamental ainda que todos respeitem as marcações de distanciamento social afixadas no chão em frente aos bares e restaurantes e o organizador de filas colocado no Bar dos Cunhados”, solicita o Comodoro Flávio Pimentel.

Segundo o Comodoro, o foco da Administração tem sido investir em ações de conscientização que visam fortalecer na Família Iatista a importância da colaboração coletiva e em outras medidas como a disponibilização dos cardápios digitalizados, que ajudam a evitar a eventual propagação do coronavírus por meio do contato com objetos físicos dentro do Clube. 

Campanha já arrecadou uma tonelada e meia de alimentos

A “sala de visitas da nova metrópole”, como se referia o Patrono Juscelino Kubitschek ao Iate, está completando mais um ano de história. A fundação do Clube data de 5 de abril de 1960. Entretanto, como a sua história se confunde com a de Brasília, as festividades são comumente realizadas no dia 21 de abril, data da inauguração da capital da República. Um verdadeiro vínculo de progresso no coração do Brasil.

Infelizmente, em razão da pandemia, mais uma vez, o Clube não pode celebrar os seus 61 anos com as tradicionais festividades. Mas, com o apoio do Quadro Social, pode fazer ainda melhor: arrecadar alimentos não perecíveis e destiná-los ao Comitê Emergência Covid-19 e às instituições cadastradas pelo Encontro Master do Iate (Emiate)  por meio da campanha “Iate Solidário”. 

E é o que tem acontecido! Graças aos parceiros e mobilizadores da iniciativa, que arrecadaram contribuições em dinheiro em seus grupos de relacionamento, o Conselho Diretor fará a entrega das 150 cestas básicas adquiridas com esses recursos para a campanha “Iate Solidário”. 

A iniciativa é mais uma fase da estratégia de mobilização para que mais Sócios e demais interessados contribuam com a ação. Somando-se todas as doações recebidas até o momento, já foi arrecadada uma tonelada e meia de alimentos. Lembrando que as contribuições podem ser feitas até o dia 10 de maio. 

Destinação – Parte das doações será destinada ao Comitê de Emergência Covid-19 do Governo do Distrito Federal. Criado em março de 2020, o Comitê é responsável por receber, planejar e coordenar campanhas de arrecadação das doações, bem como elaborar ações a serem desenvolvidas para o enfrentamento dos impactos negativos ocasionados pela pandemia da Covid-19 que afetam milhares de famílias em todo o DF.

Diversos órgãos participam da rede de captação, entre os quais as Secretarias de Desenvolvimento Social, Economia, Saúde, Orçamento, entre outros. Atualmente, as doações recebidas via Comitê são distribuídas entre os pólos da Defesa Civil, responsável por destiná-las diretamente às famílias em situação de vulnerabilidade social ou às instituições cadastradas pelo GDF.

A secretária de Desenvolvimento Social, Mayara Noronha Rocha, faz um convite à Família Iatista. “Juntos, podemos acabar com a fome do país inteiro. Vamos fazer esta corrente aqui no Distrito Federal e provar que a solidariedade salva? Afinal, a responsabilidade de ser solidário é de todos nós. Contamos com a sua colaboração”, enfatiza.

Conhecendo mais sobre a história do Iate Clube

Para comemorar junto com os Sócios este mês de aniversário, a partir desta edição do Jornal do Iate, faremos um resgate histórico, com imagens inéditas e não publicadas no livro “60 Anos do Iate Clube de Brasília – Um Sonho Realizado”, além de fatos marcantes.

A Diretoria Cultural do Iate Clube de Brasília, entre outras atribuições, é a responsável por gerir todo o acervo histórico da Instituição. Em seu vasto arquivo, é possível viajar no tempo para conhecer os principais acontecimentos, as obras, os primeiros eventos esportivos, as festas e tantos outros episódios que marcam a jornada do Iate ao longo destes 61 anos.

A inauguração da primeira Sede Social  do Iate Clube de Brasília aconteceu em 25 de maio de 1960. Na oportunidade, foi servido um vatapá feito pela mãe do fundador Álvaro Sampaio, Laurinda de Araújo Sampaio. Na foto, os Sócios Geraldo Carneiro, Sylvio Pedroza, Carlos Quadros e Laurinda.

A Seção Náutica do Iate foi criada no início de 1961, sob a administração da Hoss. A empresa era a responsável por organizar passeios dos Sócios no Lago Paranoá a bordo da lancha Pioneira. 

No mesmo ano, ocorreu a inauguração do Ginásio Poliesportivo com 2.500 m². Um fato interessante do local é que a estrutura inicial foi criada para comportar uma quadra de tênis coberta, com o projeto do arquiteto Oscar Niemeyer, a pedido do Comodoro Sylvio Pedroza. Porém, com a inundação ocasionada pelo lençol freático das águas do Lago Paranoá, foi preciso suspender o piso, transformado em ginásio de múltiplos esportes.

O Diretor Cultural, Flávio Schegerin, comenta que, ao longo dos 61 anos muito foi feito, novas instalações surgiram, novos Sócios chegaram para se juntar aos antigos, e o Clube vem caminhando a passos largos, com saúde de adolescente, aprimorando cada vez mais a estrutura oferecida aos Iatistas. 

“Nossa proposta com estas publicações especiais é resgatar parte da trajetória do Clube, especialmente para que os mais jovens conheçam a nossa história”, finaliza Schegerin. 

Vigilância Sanitária faz vistoria no Iate e não encontra irregularidades

No dia 8 de abril, agentes da Vigilância Sanitária do Distrito Federal fizeram uma vistoria ao Iate Clube de Brasília e, após percorrerem todas as instalações, não encontraram nenhuma irregularidade. 

“Ante ao atual cenário de agravamento da pandemia no Brasil, reabrimos o Clube em março, mas com algumas restrições colocadas tanto pelo Decreto nº 41.913/2021 quanto por outras decisões tomadas pelo Conselho Diretor, com base em uma interpretação mais cautelosa”, explica o Comodoro Flávio Pimentel. 

Ele lembra que a preocupação no momento é garantir a segurança dos Sócios, dos funcionários e dos demais frequentadores do Clube. “Agradecemos a colaboração dos Sócios na observância das regras e pedimos a compreensão no sentido de que, muito em breve, o Iate retomará todas as atividades e os serviços destinados ao Quadro Social”, conclui Pimentel. 

Setor Náutico junto na Campanha Iate Solidário

A Diretoria de Esportes Náuticos aderiu à campanha “Iate Solidário” e colocou, próximo ao Galpão de Monotipos, uma caixa para que os Sócios depositem suas doações de alimentos não perecíveis. 

Além disso, neste sábado, 17, a partir das 12h, no Espaço Gourmet da Náutica, acontece o Quizz da Náutica. O evento é destinado às crianças e aos adolescentes das turmas da Escola de Vela, bem como a qualquer Sócio entre 7 e 14 anos que estiver no Clube. Serão realizadas perguntas sobre conhecimentos náuticos e, quem acertar as respostas, ganhará brindes. 

Participem e tragam suas doações!

Cuidados e controle populacional dos gatos

O Departamento de Operações e Logística, juntamente com a coautora Sócia Sandra Branchine, tem realizado o manejo populacional dos gatos existentes no Clube por meio de um conjunto de estratégias para controlar e prevenir problemas relacionados ao convívio entre esses animais e os Associados.  De acordo com o último relatório produzido pelo setor, atualmente, 43 gatos vivem nas dependências do Iate.

“Sabemos que não há um modelo exclusivo de controle populacional que se aplique a qualquer colônia urbana de gatos livres. Por isso, sabe-se, por exemplo, que técnicas de captura e remoção não diminuem a superpopulação, pois quando os gatos são removidos, outros migram para o mesmo local e ocupam o nicho vazio. E os novos animais que chegam originam colônias, bem como podem introduzir patógenos, uma vez que não estão vermifugados. Por isso, é fundamental que outros animais não sejam abandonados nas proximidades do Clube”, explica a Coordenadora do DOL, Ana Oliveira. 

Segundo ela, observando exemplos apresentados em outras instituições, notou-se que manter o quantitativo atual de animais proporcionará estabilidade, uma vez que a lógica está no comportamento territorialista desses animais, ou seja, costumam defender seu território por instinto de sobrevivência e reprodução.

Assim, do total de gatos existentes, 42 animais são cadastrados, restando apenas um filhote que aguarda atingir o peso e a idade adequados para a castração, além disso, todos são vermifugados. A alimentação é realizada com ração apropriada para gatos, diariamente, duas vezes por dia. “Vários Sócios têm colaborado tanto com o processo de castração quanto com a doação de alimentos para os animais, diminuindo os gastos do Clube”, reforça a coordenadora. 

Um local estruturado para comportar alimentadores e as caixas de areia para depósito de produtos resultantes de suas necessidades fisiológicas, localizado próximo às quadras de tênis de saibro, será reformado pela Diretoria de Engenharia. 

Com vistas a não interferência no plano de manejo dos felinos, solicita-se que não sejam deixados outros animais dentro do Clube, ou em suas proximidades, bem como não alimentem os gatos.

Abertas as pré-inscrições para dois cursos

Estão abertas as pré-inscrições para os cursos presenciais do Emiate de coro (adulto e infantil) e violino.

Os interessados podem realizar o cadastro de intenção na Coordenação do Emiate, localizada no 1º andar do Ed. Multifunções, ou pelo WhatsApp (61) 9.9674-7786, de 

segunda a sexta-feira, das 9h às 17h.

GDF libera acesso às marinas

A Diretoria de Esportes Náuticos do Iate Clube de Brasília informa aos Sócios que, conforme consta do Decreto n° 41.992/2021, publicado na edição de hoje do Diário Oficial do DF, as marinas nos clubes recreativos podem funcionar a partir desta terça-feira, 13.

Tendo em vista as restrições trazidas pela norma, os Sócios deverão seguir o protocolo do setor náutico complementar às regras de reabertura.

Importante reforçar que as embarcações, quando fundeadas, não poderão parar a contrabordo da outra e a fiscalização no Lago Paranoá será intensificada.

Informações adicionais deverão ser consultadas na Secretaria Náutica pessoalmente ou pelos telefones 3329-8747/8748 | (61) 9.9308-4961 (WhatsApp).

Clique aqui para ter acesso ao PROTOCOLO.

Iate Clube de Brasília celebra aniversário com iniciativa social

No mês em que celebra 61 anos de fundação, o Iate Clube de Brasília lança a campanha “Iate Solidário”, cujo objetivo é arrecadar alimentos não perecíveis e destiná-los ao Comitê de Emergência Covid-19 do Governo do Distrito Federal e às instituições diretamente cadastradas pelo Encontro Master do Iate (Emiate).

Tradicionalmente, o Clube organizaria uma grande festa para celebrar este marco. Mas, diante do que o mundo está vivenciando, a Comodoria, a Diretoria Social e o Emiate idealizaram a campanha, tendo em vista que muitas instituições sociais do Distrito Federal estão enfrentando dificuldades para darem continuidade às suas atividades, gerando impactos negativos em inúmeras famílias brasilienses.

A ação “Iate Solidário” terá início no dia 10 de abril. Os Sócios interessados em participar da campanha podem fazer suas doações até o dia 10 de maio e entregá-las na Secretaria Social, nos carrinhos logo na entrada do Clube e no Espaço Saúde.

“O Iate tem a tradição de arrecadar toneladas de alimentos nos eventos que realiza. Mas, em razão da pandemia, as atividades culturais foram canceladas. Entretanto, não podemos deixar de cumprir nosso papel social e levar solidariedade, afeto e esperança a quem mais precisa”, explica o Comodoro Flávio Pimentel. 

Neste sentido, o Comodoro convida todos os Sócios a se unirem nesta corrente do bem e fazerem suas contribuições. “Toda doação será bem-vinda! Neste momento em que o desemprego bate à porta de inúmeras famílias, precisamos elevar o nosso potencial de engajamento para mobilizar o maior número possível de pessoas que queiram contribuir com a nossa campanha”, finaliza Pimentel.

Doações de grandes volumes deverão ser previamente agendadas com a Coordenação de Eventos pelo telefone 3329-8707.

Sala de Estudos será reaberta na segunda-feira, 12

A Diretoria Cultural informa aos Sócios frequentadores da Sala de Estudos que o espaço será reaberto na próxima segunda-feira, 12, mediante o cumprimento de todos os itens previstos no protocolo de biossegurança contra a disseminação do coronavírus.

O Diretor Cultural do Iate, Flávio Schegerin Ribeiro, explica que a Diretoria Cultural está envidando todos os esforços, com apoio da Diretoria de Engenharia, para promover os ajustes estruturais e correções possíveis na atual estrutura da Sala, a fim de solucionar ou minimizar os problemas hoje existentes, tais como, iluminação, cadeiras e baias, inclusive para que fique viabilizada a coexistência, por ora, da Sala com o Memorial do Iate.

“Paralelamente, estamos buscando alternativas para a implantação, num futuro breve, de uma nova sala, especialmente planejada, com infraestrutura física e tecnológica adequadas aos novos tempos, inclusive respeitando protocolos de segurança, saúde, ergonomia e demais normas técnicas, para atender, assim, às justas reivindicações dos Sócios”, finaliza Schegerin.