Interdição de piscina

O Departamento de Operações e Logística comunica aos Associados que a piscina do toboágua estará interditada no dia 5 de novembro para execução de serviços nas palmeiras.

Sócia Atleta representa o Iate Clube na Regata Santos-Rio 2020

No último dia 23, às 12h40, com ventos entre 12 até 13 nós,  aconteceu a largada da 70ª Edição da Regata Santos-Rio, a mais tradicional e difícil da Vela de Oceano brasileira. A Iatista Raquel Hora representou o Iate Clube de Brasília no barco Villegagnon/Beneteau 44.7 da Marinha do Brasil.

Cerca de 68 veleiros saíram da Baía de Santos com destino à Ilha da Laje, localizada na entrada da Baía de Guanabara no Rio de Janeiro – um total de 220 milhas náuticas a serem percorridas em, no máximo, 96 horas. O número é o recorde da história da competição, superando a marca de 2000 com 55 veleiros.

“Foi uma regata muito difícil tecnicamente, pois a direção do vento era a mesma do objetivo final (Rio de Janeiro), o que nos obrigou a realizar muitas manobras. O vento também variou bastante de intensidade (predominantemente forte), fato que gerou um desgaste da tripulação, exigindo repetidas trocas de velas. Além disso, o barco batia muito nas ondas. Por fim, foram 53h e 50 minutos de muita concentração, pouco sono, roupas molhadas e muitas manobras”, lembra a atleta Raquel Hora. 

A Iatista foi convidada pela equipe de velejadores da Marinha do Brasil, sendo dez atletas da vela de desempenho à bordo, além dos oficiais Comandante Montes e Almirante Bento, ministro da Minas e Energia, que estava exercendo a função de comandante da embarcação. Raquel Hora foi a timoneira, revezando com o Almirante Bento e os velejadores Mario Tinoco e Henrique Sauerbronn.


Avançam as obras de desassoreamento da Dársena 2 do Setor Náutico

O desassoreamento da Dársena 2 do Setor Náutico, cujo início data de 5 de outubro, avança e 20% do serviço contratado foi
executado em 19 dias. A empresa MAK Dragagem está bombeando uma média de 130m³ (metros cúbicos), por hora, e, aproximadamente, 850m³, por dia, de material retirado do leito (cascalho, lama e água). A área estimada para a obra tem 4.260m² e volume de cerca de 2300m³. Todo material será retirado por meio de bombeamento e descartado na antiga obra da Escola Superior de Guerra.

“O sistema de sucção do equipamento está sobre uma balsa. O braço de sucção possui uma ponteira escariadora hidráulica para remover e soltar o material do leito, dando condição de sugar o material sedimentado e bombeando-o até o local de descarte a 600 metros de distância. O serviço é monitorado por um profissional que mergulha quando necessário”, detalha o Engenheiro Eustério
Chaves.

Eustério explica ainda que as redes de mangotes são constantemente verificadas, assim como o acampamento por sistema de baliza, fazendo a leitura de profundidade do leito com o objetivo de atingir a fundura desejada.

O serviço de desassoreamento tem previsão de 60 dias. O Iate Clube de Brasília pede desculpas pelo transtorno e, para não haver atraso nas movimentações de seus barcos, solicitamos a todos que façam os pedidos de descida ou subida de suas embarcações previamente.

Aulas do Deep Water serão retomadas no próximo dia 26

A Diretoria de Esportes Individuais comunica que as aulas do Deep Water serão retomadas na próxima segunda-feira, 26. Para participar das aulas, será necessário agendamento prévio e o atendimento às normas determinadas pela Vigilância Sanitária, sendo limitada a quantidade de 21 vagas por turma neste período inicial.

A seguir, apresentamos o protocolo adotado pelo Iate Clube de Brasília para o retorno das atividades.

Condições gerais para a prática do Deep Water

1) Liberação de até três raias (raias 6, 7 e 8), com até sete participantes por raia e distanciamento mínimo de três metros entre as pessoas;

2) A participação nas aulas exige prévio agendamento junto à Secretaria de Esportes Individuais, presencialmente ou pelo telefone 3329-8753;

3) Agendamento obrigatório em uma das turmas: 8h às 9h ou 9h às 10h, de segunda a sexta-feira, exceto feriados;

4) Os agendamentos poderão ser feitos semanalmente e o acesso sem agendamento será permitido somente se houver vaga no momento de chegada do praticante;

5) É obrigatório o preenchimento do questionário de prontidão para atividade física e o termo de responsabilidade disponibilizados na Secretaria de Esportes Individuais;

6) Somente poderão adentrar o interior do parque aquático pessoas descalças e em trajes de banho, sendo obrigatória a utilização das duchas e do lava-pés, bem como a higienização das mãos com álcool em gel;

7) Será permitido o acesso à piscina, apenas e exclusivamente, de material pessoal de treino, fone aquático e garrafinha para hidratação;

8) Pessoa com dificuldades de locomoção ou com necessidades especiais, que exija apoio profissional, poderá ser acompanhada por técnico observando, além de todo o mencionado, que esteja uniformizado e usando máscara facial cobrindo boca e nariz.

 

Atletas infantis do Iate conquistam excelentes resultados na NeyCup

Nos dias 17 e 18 de outubro, o CT do Gato, em Ceilândia, sediou a NeyCup e, claro, o Iate Clube marcou presença na competição. Participaram dos jogos as equipes infantis nas categorias Sub 8, 9, 10, 11 e12. Após acirradas partidas, os times Sub 8, 10 e 12 foram para as disputas finais, ficando as equipes Sub 8 e 12 com os vice-campeonatos e a Sub 10 com o título de campeã. Parabéns a todos!

Venha conhecer o Power Plate

A Academia do Iate Clube de Brasília, uma das mais bem equipadas do Distrito Federal, oferece aos alunos o Power Plate: a plataforma vibratória que se consolidou como uma opção para quem deseja uma malhação efetiva e de baixo impacto.

O princípio do equipamento consiste em ativar a circulação sanguínea. A partir disso, os profissionais da Academia definem quais estímulos serão usados para atender ao objetivo de cada aluno. Com o Power Plate é possível, entre outros pontos, fazer trabalho de força com sobrecarga, alongamentos com flexibilidade, pilates, pliometria, treino cardio, treino para fortalecimento de core, propriocepção, além de liberação miofascial para relaxamento muscular ou recuperação de lesões.

“Vale ressaltar também que o Power Plate, atualmente, vem sendo muito indicado pelos médicos ortopedistas no tratamento da osteoporose, pois a vibração da máquina causa uma força de tensão contínua ao músculo, ativando o ganho de massa óssea com a devida eficiência. Além disso, também é considerado um recurso seguro por poder ser utilizado em pessoas de condição física e idade variadas”, explicam os professores Oswaldo André e Cinthia Mateus.

As aulas são realizadas em duplas com duração de 30 minutos, sempre acompanhadas pelo professor de educação física que irá passar o treino de acordo com a necessidade de cada aluno.

Mais informações na recepção da Academia ou pelo telefone 3329-8755.

Iate Clube organiza ações para manter comemorações do Dia das Crianças mesmo na pandemia

O Dia das Crianças do Iate Clube de Brasília, celebrado no último dia 12, foi marcado, mais uma vez, por muita alegria. Infelizmente, em virtude da pandemia de covid-19, a festa para a criançada não pôde ser realizada como nos anos anteriores, oportunidades em que o Clube preparava uma extensa programação com brinquedos infláveis e aquáticos, além de diversas apresentações.

Mas, como a data não poderia passar em branco, a Diretoria Social e o CIATE prepararam algumas ações: logo na portaria central do Clube, as crianças eram recebidas com kits contendo bolha de sabão e um frasco de álcool gel entregues pelos personagens da Animação Sol & Lua, contratados para animar o dia.

Pouco antes do almoço, as crianças foram presenteadas com um novo kit, desta vez recheado de guloseimas. As sacolinhas foram entregues em diversos pontos do Clube como a orla, o Iate TV e o parquinho. Para fechar o dia, diversos picolés foram distribuídos. Segundo os realizadores, aproximadamente 270 crianças foram contempladas com as ações.

Atleta do Iate Clube conquista 2º lugar da Seletiva da Classe 470

Entre 13 e 17 de outubro, em Ilhabela (SP), aconteceu a Seletiva da Classe 470 para definir o representante brasileiro na Olimpíada de Tóquio 2021. Após dez regatas realizadas, os velejadores Henrique Haddad e Bruno Bethlen, do Iate Clube do Rio de Janeiro, foram os campeões e conquistaram a vaga na Classe 470.

O Iate Clube de Brasília parabeniza o Sócio atleta do Iate, Ricardo de Castro Paranhos, e seu proeiro Rodolfo Streibel, do Veleiros do Sul, pelo excelente desempenho, afinal, esta foi a primeira vez que o Clube esteve tão perto de enviar um representante da categoria para uma Olimpíada. Após vencer quatro regatas, a dupla conquistou o 2º lugar na seletiva, ficando apenas dois pontos atrás da primeira colocada.

“Reconhecemos e parabenizamos o esforço do atleta Ricardinho, pois foram anos de dedicação e muito treino. Infelizmente, a classificação para a Olimpíada ainda não foi possível, mas temos certeza de que esta experiência o deixará ainda mais focado para uma próxima oportunidade”, projeta Flávio Pimentel, Diretor de Esportes Náuticos.

O terceiro lugar ficou com a dupla Fábio Pilar e Gustavo Thiesen do Veleiros do Sul. Pimentel lembra que o nível do campeonato foi altíssimo, afinal os primeiros e terceiros colocados já haviam participado de uma olimpíada e são campeões mundiais. “Há três anos, Ricardo e Rodolfo estavam fazendo a campanha olímpica e, diferentemente dos demais, nunca competiram em jogos olímpicos. Além disso, infelizmente, em uma das regatas que estavam liderando, o barco quebrou”, lamentou o Diretor.

Sócio do Iate é campeão da Ecovila da Lagoa Kitespeed 2020

No último sábado, 17, os atletas do Iate Clube de Brasília participaram da 4ª e última etapa da Ecovila da Lagoa Kitespeed 2020, realizada na Lagoa Formosa de Planaltina (Goiás). O Sócio Bruno Camargo foi o campeão com 96 pontos e o Sócio e professor Alex Léo conquistou o 3º lugar com 88 pontos. Parabéns a todos!

Bruno Camargo lidera também o evento Brasília Kitespeed 2020 que começou em junho e termina ao final deste mês. As competições estão sendo realizadas no Lago Paranoá. Desejamos bons ventos e estamos na torcida para o Sócio conquistar mais um título.

Vice-campeão olímpico reúne-se com equipe do Iate

No último dia 9, o Iate Clube de Brasília recebeu Ricardo Prado, o maior nadador brasileiro na década de 80. Na ocasião, o vice-campeão olímpico conversou com os nadadores da equipe e antecipou assuntos da clínica que ele ministrará a atletas federados e masters do Clube, prevista para este ano.  A clínica de natação consiste em um curso teórico e prático, que inclui avaliação individual e orientação a cada atleta, visando melhorar o desempenho dos nadadores.

Ricardo Prado bateu o recorde mundial nos 400 medley em 1982, em Guayaquil, no Equador. Dois anos depois, foi vice-campeão olímpico na mesma prova nas Olimpíadas de Los Angeles. Ouro no Pan-Pacifico de Tóquio de 1985, é também detentor de vários recordes pan-americanos, sul-americanos e brasileiros, sendo que alguns deles duraram mais de 20 anos.

Ele começou a nadar aos cinco anos de idade e sempre demonstrou um enorme talento. Aos sete anos, foi campeão brasileiro nos 50 metros nado borboleta. Convocado para a seleção brasileira absoluta com apenas 12 anos de idade, quebrou o recorde infantil sul-americano nos 200 metros medley. Aos 15 anos, participou dos Jogos Olímpicos de Verão de 1980, em Moscou.

Com esse histórico de dedicação e conquistas, o medalhista olímpico é um exemplo para os nadadores mais jovens. Determinação e técnica apurada compensaram a baixa estatura do atleta (1,68m) e garantiram vitórias importantes sobre os adversários.

Ricardo Prado foi o terceiro nadador olímpico a visitar recentemente o Iate. O Clube já recebeu, também, Gustavo Borges e Felipe Lima.