Manutenção do campus do Iate em continuidade

Na última semana, a Diretoria de Operações e Logística (DOL) deu continuidade aos serviços de manutenção em todo campus do Iate Clube de Brasília, para mantê-lo em seu perfeito e costumeiro padrão de excelência, para quando puder reabrir suas portas e receber os Associados.

Foi realizada a manutenção do gramado do campo de Futebol e a limpeza geral da área interna do Iate, atrás dos containers. As quadras de areia também estiveram no foco do setor, que realizou o chamado ‘corte’, para a mistura da areia. Houve, ainda, a confecção de um novo armário no Quiosque do Atleta e foi realizada a limpeza de todos os bebedouros.

Regata Online celebra os 60 anos do Iate Clube de Brasília

Nos dias 22, 23 e 24 de maio, a Diretoria de Esportes Náuticos organizou uma regata online em comemoração aos 60 anos do Iate Clube de Brasília. A competição teve belas disputas, resultados apertados e contou com a participação de 54 velejadores, de 16 clubes e 9 estados.

Ao todo foram realizadas nove regatas de aproximadamente 8 minutos cada regata na fase classificatória para todos os competidores e, depois, apenas os 10 primeiros colocados disputaram a regata final, conhecida como Medal Race, na qual a pontuação é dobrada e não pode ser descartada.

O evento foi capitaneado pelo Coordenador Técnico do Setor Náutico, Allan Godoy, através da plataforma do jogo “Virtual Regatta Inshore”. O jogo é reconhecido pela Confederação Brasileira de Vela e possui a chancela da World Sailing. Vários eventos de renome mundial estão utilizando este jogo, para realizar seus eventos neste momento de pandemia. “Esse jogo tem feito sucesso entre os velejadores devido sua praticidade e facilidade, nele o velejador consegue treinar regras de regata, aceleração do barco, analisar e verificar a tendência do vento, rajada, velocidade do barco, escolher o melhor lugar para largar e tática de regata”, explicou Flávio Pimentel, Diretor de Esportes Náuticos.

Os 5 primeiros colocados na classificação geral foram: 1º Lugar: Gustavo Glimm (VDS/RS); 2º Guilherme Menezes (ICSC/SC); Helio Lyra de Aquino Jr (ICRJ/RJ); 4º Ricardo Paranhos (ICB/DF) e 5º Diego Montautti (ICSC/SC).

Além disso, teve a premiação por clube, no qual os três primeiros velejadores de cada clube pontuaram e os cinco primeiros clubes foram: Veleiros do Sul (RS) e Iate Clube de Santa Catarina (SC), empataram e levaram o título. Em 3º, ficou o Iate Clube de Brasília (DF), em 4º o Iate Clube Rio de Janeiro (RJ) e, em 5º, o Yacht Clube Santo Amaro (SP).

Ao final do evento foram sorteados cinco brindes fornecidos pela loja Noroeste Náutica “Tudo para o seu veleiro” (61) 33494940 / 982470008. Os sorteados foram: 1º – Bruno Ferreira; 2º – Ricardo Paranhos; 3º – Martin Manzoli Lowy; 4º – Márcio Santos de Pinho; 5º – Lucas Rocha Dantas.

Iate se prepara para realizar o desassoreamento de área da Náutica

Iate Clube de Brasília

O Iate Clube de Brasília vai realizar uma licitação para a contratação de serviços para o Desassoreamento da Dársena 2, área onde ficam atracadas as lanchas e veleiros, próxima ao Quiosque da Náutica. O certame vai ser realizado em alinhamento às leis e normas ambientais do país e a empresa responsável deverá possuir as licença requeridas.

O objetivo é aumentar a profundidade do leito da Dársena, dando melhor condições da mobilidade às embarcações, principalmente os veleiros que são munidos de quilha, em especial os que possuem quilhas mais alongadas, de acordo com as dimensões da embarcação. “Com o desassoreamento, os veleiros não correm risco de danos e terão total conforto em suas manobras”, explicou o Diretor de Engenharia, Francisco Carpóforo.

Trata-se de uma área de cerca de 4.260 m2 e com volume aproximado de 2300 m3. Para a realização do serviço, o material será retirado por meio de bombeamento e todo ele será descartado na antiga obra da Escola Superior de Guerra. A distância do descarte está estimada entre 600m do local. “Todo o serviço será realizado com as devidas licenças e autorizados pelos órgãos competentes, com o correto descarte do material retirado do fundo do Lago”, explicou o Comodoro Rudi Finger.  

Saiba mais – O desassoreamento é um importante procedimento para remover as impurezas de rios e lagos e mantê-los mais higienizados, proporcionando um fluxo mais corrente da água e uma natureza mais adequada, livre de lixos sólidos.

Para essa tarefa, é empregada uma técnica conhecida por dragagem, que é capaz de eliminar os resíduos de maneira eficiente e ágil. O serviço consiste da administração de um aparelho de sucção, para a drenagem de areia, lodo, pedras, sedimento, materiais contaminados ou não, que poluem o fundo desses ambientes. Dessa maneira, é realizada a remoção de diferentes componentes sólidos e a higienização o fundo do lago ou rio.

Iate vai adquirir barcos e bote motorizado para a Náutica

No dia 27 de maio de 2020, o Comodoro do Iate Clube de Brasília, Rudi Finger, homologou o Pregão Eletrônico nº 001/2020, que teve como objeto a contratação de pessoa jurídica para aquisição de equipamentos e materiais esportivos para a Náutica.

O Pregão Eletrônico é oriundo da parceria firmada entre o Iate Clube de Brasília e o Comitê Brasileiro de Clubes (CBC), por meio do Edital de Chamamento de Projetos nº 07/2017, no qual, após celebração do Termo de Execução nº 20/2019, recebeu recursos provenientes da Lei nº 13.756/2018.

Com a homologação do certame licitatório, o Clube vai adquirir três barcos a vela da Classe Laser – Oficial e um bote inflável motorizado, modelo Gold 4,6 Sport. Cabe ressaltar que a aquisição será totalmente custeada com recursos oriundos do Programa de Formação de Atletas do CBC – Comitê Brasileiro de Clubes, pois os equipamentos serão destinados à atualização e modernização dos parques esportivos que o Iate Clube de Brasília disponibiliza aos atletas em formação.

Nos próximos dias, novo Pregão Eletrônico será publicado para a aquisição de 26 barcos a vela da Classe Optimist, já que o lote 01 do Pregão Eletrônico nº 001/2020 foi declarado fracassado, diante da inabilitação das cinco empresas participantes.

Ensino em casa: qual o limite da cobrança com os estudos no isolamento?

Aula online

“Quarentena não é sinônimo de férias”, defende boa parte dos especialistas em educação. Mas, o momento causa grande ansiedade nos pais que se vêem imersos em um novo mundo de aulas online e com diversas dúvidas acerca do nível de cobrança com as crianças e o provável atraso no conteúdo. O mais importante é manter a calma e buscar a resiliência diariamente, já que com a família também trabalhando em casa, a nova rotina escolar pode virar uma bola de neve.

Para a psicopedagoga Gilcéa Vargas Zanette, a palavra-chave é equilíbrio. Segundo ela, é sempre importante ter alguma rotina, boa alimentação, horário de sono, estudo, lazer. “Penso que tem que ter o momento de estudo, de preferência no horário que seria da aula, só que isso não precisa ser tão engessado. As crianças cansam. Não é cobrar o filho como se fosse professor”, explicou.

O isolamento social também é momento de conexão familiar. É preciso mudar a perspectiva da perda do conteúdo de sala de aula para entender o que é possível ganhar com a convivência em casa. O que estamos vivendo hoje é uma situação única. Podermos trabalhar solidariedade, respeito, cuidado com o outro, conteúdos tão importantes neste momento, quanto os da escola. Confira dicas de especialistas para encontrar o equilíbrio quando o assunto são os estudos em casa no período da quarentena:

  • Planeje-se: Combine com a criança a rotina para cada dia. Levar em consideração as preferências dos filhos é essencial. Planeje horário de acordar, lazer, hora do banho, refeições, etc. Deixe ela participar da organização do dia, isso traz mais responsabilidade e vontade de cumprir o combinado, incluindo as tarefas escolares.
  • De olho na alfabetização: Aprender a ler e a escrever pode se tornar um desafio ainda maior com a falta das aulas durante a quarentena. Mas, é possível seguir na alfabetização em casa, de forma lúdica e sem cobranças. Puxe da memória suas próprias brincadeiras da infância, como soletrar, de procurar o que tem na sala que começa com uma determinada letra, caça ao tesouro com bilhetes, de supermercado colocando o nome e o preço dos mantimentos, entre outras.
  • Explore os recursos online: Há muitas opções de qualidade, aplicativos didáticos, sites interativos e uma infinidade de ideias quando a criatividade chega ao limite. Pode ser um ótimo auxílio, principalmente para as mães que não contam com as tarefas enviadas pela escola. 
  • Mude o rumo: Você planejou uma brincadeira muito bacana com a criança, mas o pequeno estava desatento, ou não se interessou pela atividade proposta. Tudo bem, faz parte. Realinhe as expectativas e não se culpe.
  • Além do óbvio: Fazer uma receita em família, ver um filme, discutir o enredo e por aí vai: ensino não se resume a exercícios no caderno. Mais uma dica: utilize os próprios interesses da criança para desenvolver as atividades.
  • Faixas etárias: Quanto menor a criança, menos capacidade de tempo para fixar a atenção. Uma criança em fase de alfabetização, até uns 10 anos, poderia ficar uma hora, no máximo duas. Já os adolescentes, a partir dos 11 e 12 anos, pode-se ampliar um pouco a carga, ir para três horas, por aí. Mas sempre com a premissa que a quantidade não quer dizer nada, precisa de qualidade.
  • Não se cobre: Com o home office, é difícil ter tempo livre para gerir trabalho, estudo dos filhos, almoço, banho, lazer, tudo no mesmo ambiente. É preciso se reinventar, mas sem pressão. O dia foi tão corrido que só conseguiram assistir a um filme em família? Tudo bem. Não se cobre tanto.
  • Mantenha o diálogo: É tempo de se conectar ainda mais com os filhos. Converse abertamente sobre o que está acontecendo, buscando uma linguagem adequada a cada idade, para criar um ambiente mais seguro e acolhedor.
  • Fique junto: Aproveite o isolamento para criar uma conexão, cumplicidade dentro de casa. Treine a empatia com as crianças, tentem se colocar no lugar de outras pessoas. Uma dica é explicar como você se sente. Façam planos, planejem o futuro, para quando tudo isso terminar, quando finalmente for superado.

Fonte: Gauchazh

Atendimento ao Associado durante o isolamento social

Caso o Sócio precise falar no Iate Clube de Brasília neste período de suspensão das atividades em cumprimento ao Decreto do GDF, o Iate dispõe dos seguintes canais de atendimento:

Telefone: (61) 3329-8700

Ouvidoria [email protected]

Secretaria / Administrativo [email protected]

Financeiro [email protected]. Atendimento também por telefone, das 10h às 16h (3329-8712 e 3329-8711).

Espaço Saúde [email protected] ou pelo telefone 3329-8755. O atendimento por telefone é de segunda a  sexta-feira, das 8h às 17h, e aos sábados, das 10h às 16h.

Secretaria de Esportes Individuais [email protected] ou [email protected] e pelo telefone corporativo: 9.9942-5757 (também via WhatsApp), de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h, e aos sábados, domingos e feriados, das 9h às 15h.

Perdidos e Achados do Iate

Para maior conforto aos Sócios, o Iate Clube de Brasília dispõe de serviço de Perdidos e Achados. Os objetos encontrados nas dependências do Iate são recolhidos pelos funcionários do Clube e entregues no Departamento de Operações e Logística (DOL) para registro e catalogação. Quando o Clube está em funcionamento normal, caso o Sócio perca algum material, ele pode buscar neste setor em dias úteis, dentro do horário de funcionamento. Aos sábados, o Perdidos e Achados fica aberto até às 14h. Os itens perdidos no Clube e já catalogados podem ser pesquisados também pela Internet, no site do Iate, na Área Restrita. 

A cada três meses, a partir da data de entrada no setor, os materiais que não são retirados pelos Sócios são doados. Porém, com o fechamento do Iate, os itens que seriam doados agora, referentes ao mês de fevereiro, vão ficar disponíveis no setor 30 dias a mais, a partir da reabertura do Iate, para que o sócio consiga fazer a retirada.

EMIATE faz entrega de donativos

Na última segunda-feira, dia 18 de maio, o EMIATE fez a entrega de donativos para a Instituição Associação dos Catadores Ambientalista da Estrutural, cadastrada no setor. 

Foram doados roupas, calçados, agasalhos, brinquedos e  livros. “Os itens que foram entregues à instituição são provenientes de doações dos Associados do Iate, que deixaram suas contribuições na Academia, no Iate TV e no EMIATE, além dos materiais entregues pelo DOL – Perdidos e Achados”, explicou Eliete de Pinho Araújo, presidente do EMIATE.

A Associação das Catadoras Ambientalista da Estrutural é uma associação de mulheres catadoras que trabalhavam no Lixão da Estrutural e hoje desenvolvem um trabalho social dentro de um galpão na Cidade Estrutural. A Associação também cuida dos filhos das catadoras, enquanto elas trabalham. São oferecidas aulas de inglês, reforço escolar e aula de capoeira para os filhos e cursos de corte e costura e modelagem para as catadoras. A Associação também promove um final de semana cultural que acontece uma vez por mês com oficinas de dança, arte, música, pintura e teatro.

Melhorias no Setor Náutico

Na última semana, os marinheiros do Setor Náutico, em conjunto com os funcionários da Engenharia e dos setores de pintura, marcenaria e serralheria, continuaram trabalhando para deixar a carreta rodoviária de barcos pronta, em condições de uso pelos velejadores Associados transportarem suas embarcações para outras localidades a fim de participarem de campeonatos regionais, nacionais e até mesmo internacionais.

A carreta foi preparada para transportar até três veleiros Monotipos e poderá viabilizar a participação dos velejadores do Iate em campeonatos menores, quando a contratação de caminhão é inviável.

Campus do Iate Clube de Brasília em constante manutenção para a reabertura

Em cumprimento aos decretos do Governo do Distrito Federal, o Iate Clube de Brasília continua com o acesso interrompido para os Associados. Mas, as equipes de todos os setores do Clube não pararam e continuam trabalhando pela contínua manutenção do campus e na execução de importantes obras e reformas. O objetivo é deixar o Clube em perfeitas condições e dentro do padrão de excelência costumeiro do Iate para o retorno das atividades.

“Estamos preparados e, assim como os Sócios, ansiosos pela reabertura. Aguardamos a autorização do Governo do Distrito Federal e as definições das organizações competentes de saúde e vamos cumprir regiamente todas as orientações para a garantia da saúde de bem estar de toda a Família Iatista e do quadro funcional do Iate, que tem trabalhado com muito afinco desde que o Clube teve que fechar as portas”, explicou o Comodoro Rudi Finger.

Na última semana, o trabalho continuou intenso. Foi concluída a obra de reforma do acesso ao Espaço Saúde. O pisograma foi substituído por pedra portuguesa. “O antigo piso apresentava muitos problemas, principalmente em épocas de chuva, com essa reforma, o local além de eficiente ficou mais bonito”, contou Rudi Finger, que responde interinamente pela diretoria do setor. O novo piso também recebeu lavagem especial esta semana.

No mesmo local também foram instalados mais postes de iluminação, para o conforto dos alunos que por ali transitam no período noturno. O teto do edifício e as janelas externas também foram limpos e foi realizada a poda da cerca na Academia.

O serviço de limpeza é contínuo. Esta semana merecem destaque a lavagem de toda a estrutura de lona do Espaço Poliesportivo Sul, da fachada da Sede Social e de todas as quadras de Peteca cobertas, que também receberam pintura nova. O suporte da caixa d’água também foi pintado.

O jardim na área externa do Clube foi finalizado! Após a colocação da nova cerca, produzida de forma sustentável a partir do antigo telhado das quadras de tênis e do plantio de grama, houve a colocação do meio fio, deixando o espaço mais bonito, agradável e seguro.

Vídeos – Para que os Sócios possam acompanhar em detalhes tudo o que está sendo feito no Iate Clube nesse momento de isolamento social, a Diretoria de Comunicação e Marketing está gravando vídeos com a direção de todos os setores do Clube. Nas gravações, os responsáveis pelas áreas detalham todas as atividades que estão sendo realizadas no período, que são ilustradas com belas imagens.
Os vídeos estão disponíveis nos perfis oficiais do Iate no Instagram e no Facebook, no site do Clube (www.iateclubedebrasilia.com.br) e estão também sendo enviados por e-mail para os Associados. Até o momento já foram publicados 12 vídeos, com os departamentos de Esportes Individuais, CIATE, EMIATE, Engenharia, Jurídica, de Administração e Recursos Humanos, Financeiro, Patrimônio, Natação, Tênis, Náutica e de Operações e Logística. E vem mais por aí! Acompanhe!