Comodoria e Conselho Deliberativo tomam posse para o triênio 2020-2023

A nova Comodoria eleita do Iate Clube de Brasília será empossada neste domingo, dia 15 de novembro, no período da manhã, em solenidade na Sede Social. Formada por  Flávio Pimentel (Comodoro), Maurílio Santinello (1º Vice-comodoro) e Cecília Moço (2ª Vice-comodoro), a equipe eleita ficará à frente da instituição pelos próximos três anos.

Durante a cerimônia também será realizada a posse dos Conselheiros (Efetivos e suplentes) eleitos e será realizada a escolha da nova Mesa Diretora do Conselho Deliberativo e Comissão Fiscal. Em seguida, Mesa Diretora estabelecida do Conselho Deliberativo vai empossar a Comodoria eleita.

No ato da posse, o novo Comodoro vai receber o Timão, que simboliza o comando do Clube, das mãos do atual Comodoro Rudi Finger. Confeccionado em madeira de lei, o Timão ostenta em suas laterais os nomes de outros Comodoros, que o receberam ao início de cada mandato.

 

Confira a lista dos eleitos 

 

Comodoro – Flávio Pimentel

1º Vice-comodoro – Maurílio Santinello

2ª Vice-comodoro – Cecília Moço

 

Conselheiros Efetivos

 

ALEXANDRE MATHEUS DA CUNHA KRONENBERGER
ANA CLAUDIA DE OLVEIRA COSTA BARRETO
André Kluppel Carrara
ANDRE luis da silva
Arnaldo Sampaio de Moraes Godoy
Carlos Alberto Ferreira Junior
Carlos Alberto Santiago
Carlos Henrique Borges Graciano
Claudio Gontijo
Daniel CarsalaDe Queiroga
Denisar Silva de Medeiros
EDUARDO ERIC MARTINS DE TOLEDO
EDWARD CATTETE PINHEIRO FILHO
EDWARD LUCIO VIEIRA BORBA
EIDER ALVES DE FARIA E QUEIROZ
ELI ISSA
ELIETE DE PINHO ARAUJO
EUNICE MARIA MACHADO MALVAR
FELIPE ROCHA DE MORAIS
GEILZA FATIMA CAVALCANTI DINIZ
JOÃO ALFREDO DE MENDONÇA UCHOA
JOÃO ESTÊNIO CAMPELO BEZERRA
JORGE EDUARDO BARRETO  BRASIL
JULIANO DA CUNHA FROTA MEDEIROS
LUIZ ALBERTO MENDONÇA DE FREITAS
LUIZ ISSAO KARIA
MARCELO TEIXEIRA GALLERANI
MÁRCIO ARRUDA DE FREITAS
MAURICIO CARNEIRO DE ALBUQUERQUE
MÁXIMO ASCARIO SANCHEZ PAREDES
MOISÉS DO ESPIRITO SANTO JUNIOR
NELSON OLIVEIRA VILALVA RIBEIRO
NIDIA MARLENE FERNANDES
RICARDO CORREA HENNING
RODOLFO GONÇALVES JUNIOR
RONALDO DO MONTE ROSA
RONALDO VIEIRA TELES
SÉRGIO ROBERTO MULLER
SILVIO EDUARDO MACHADO BONFIM
TOMÁZ ALVES NINA

 

Suplentes de Conselheiro

 

HELTON DE FREITAS COSTA
NELSON DINIZ DE OLIVEIRA
ANA CAROLINA AGUIAR CARDOSO NAVES
GABRIELA GOMES DE ASSIS
FRANCISCO CARLOS VAZ DE FARIAS
DURVAL MONIZ BARRETO DE ARAGÃO JUNIOR
TANIA MARIA DE SANTA RITTA
ALESSANDRO LOURENÇO JANUÁRIO
JOSÉ JORGE RAMOS BAROSA
eduardo de aquino alarcÃo
MARCELO CARLOS DE MELLO E SOUZA
ARNALDO DE OLIVEIRA BORGES  JUNIOR
EDUARDO BRESCIANINI
IVAN DE FARIA MALHEIROS
LUIZ FERNANDO BEZERRA VIANA
RAIMUNDO NONATO DE MELO FILHO
DANILO MELLO MATTOS
RODRIGO MORAIS LOYOLA
JULIANO CAMARGO ROSAS
JULYANA MACHADO RODRIGUES

 

Comodoria finaliza gestão com a entrega oficial de relevantes obras

Na quinta-feira (12), após a última reunião do Conselho Diretor da atual gestão, o Comodoro Rudi Finger realizou a entrega oficial de relevantes obras realizadas nos últimos meses: a barbearia, a revitalização do ginásio de esportes, a cobertura Iate Shopping, o Serviço Médico, a usina de energia fotovoltaica, o Restaurante do Farol e a Cantina dos Funcionários. A cerimônia foi acompanhada por Diretores, Conselheiros, ex-comodoros e pelos integrantes da nova Comodoria eleita.

 

“Encerro, esta semana, o forte compromisso que firmei com o Quadro Social há três anos. Com orgulho, chegamos ao final deste mandato num ano atípico, mas com resultados satisfatórios e com a sensação de que cumprimos a nossa missão. Ao longo dos últimos três anos não medimos esforços para entregar todos os compromissos assumidos, especialmente na melhoria do campus, com a realização de relevantes obras, como as que entregamos hoje. Agradeço, ainda, a dedicação dos diretores que me acompanharam nesta empreitada, firmes na busca de um só intento, o bem estar do Associado, verdadeiro inspirador e destinatário de todas as ações desta Comodoria”, agradeceu o Comodoro Rudi Finger.

 

Com layout inovador, o local onde está instalada a Lion Barbearia foi reformado durante o fechamento do Iate, por conta da pandemia do Novo Coronavírus, em agosto. Quando o Clube foi autorizado a reabrir as portas, os Sócios passaram a contar com uma uma inovadora barbearia, com maquinários modernos e serviços de qualidade, para atender gostos clássicos e também os diferenciados, por um preço mais acessível do que o mercado da cidade costuma praticar.

 

As obras da reforma do Ginásio Poliesportivo incluíram a troca do piso, a ampliação da entrada próximo ao Posto Médico, com a instalação da cobertura em estrutura metálica que se estende por todo o Iate Shopping, e o fechamento das estruturas (treliças) nas laterais do Ginásio com tela artística (vazada), para bloquear a entrada de pássaros. Um antigo problema também foi corrigido: o recorrente alagamento do ginásio em épocas de chuvas, com uma obra nos sistemas drenagem do lençol freático e de águas pluviais, com bombeamento e desobstrução de redes. Foram realizadas também algumas adequações na jardineira e nas pedras portuguesas.

 

A economia de energia proporcionada pelo Programa de Eficiência Energética implementado no Iate já tem excelentes reflexos nas contas no Clube. Uma redução de mais de 50% no consumo de energia. O projeto, recém concluído, incluiu a modernização de equipamentos consumidores de energia, com a substituição de lâmpadas, refletores e holofotes, e a instalação de uma mini usina de geração de energia fotovoltaica, para o aquecimento da água das piscinas e chuveiros por painéis solares, que foi inaugurada na ocasião. O evento contou a participação do Presidente da CEB e ex-comodoro do Iate, Edison Garcia, e diretores da companhia. “A conta de luz do Iate baixou de R$ 130 mil para cerca de R$ 50 mil. Tenho certeza que é só o começo, pois o Iate tem condições de avançar mais no projeto. Recebemos quase R$ 3 mi a fundo perdido da CEB para a implementação do Programa de Eficiência Energética no Iate. É uma grande alegria descerrar esta placa”, celebrou Rudi Finger. 

 

Edison Garcia explicou que o projeto tem uma característica que pode ser expandida e gera energia de acordo com a quantidade de placas instaladas. “Quando mais gerar, mais créditos são obtidos junto à distribuidora, podendo até chegar ao equilíbrio de geração. Este projeto mostra que o Iate foi construído e chegou ao patamar de hoje por meio das mãos de várias pessoas que se dedicam há 60 anos, cada um dando sua contribuição. Este começou na nossa gestão e está sendo entregue hoje”, explicou.

 

A cerimônia foi finalizada com as entregas das obras de revitalização do Restaurante do Farol e da Cantina dos Funcionários. Ambos receberam reformas na parte estrutural e na cozinha. “A reforma da Cantina foi bastante ampla e o local conta agora com uma nova edificação, mais arrojada, confortável e com melhor utilização de espaço”, contou o Comodoro Rudi Finger.

Ação de reflorestamento do Iate

Como parte das ações de reflorestamento do Iate e em celebração ao Dia da Árvore, na última segunda-feira, dia 21 de setembro, o Comodoro Rudi Finger plantou algumas mudas no campus do Clube, com o apoio da equipe de Jardim da Diretoria de Operações e Logística. Conheça um pouco das espécies que foram plantadas:

Pequi – Nativa do Cerrado Brasileiro. Seu fruto é muito utilizado na culinária sertaneja. Dele, é extraído um óleo denominado “azeite de pequi”.

Ipê amarelo, branco e rosa – Nomes populares de Handroanthus ochraceus (Cham.) Mattos, nativa do cerrado brasileiro, nos estados de AM, PA, TO, MA, PI, CE, PE, BA, ES, GO, MT, MS, MG, RJ, SP, PR, SC e no DF.

Cagaita – A Cagaiteira floresce entre os meses de agosto e setembro e frutifica nos meses de setembro e outubro. Seu uso pode ser alimentar, medicinal e, por ser muito bonita na época de floração, também é utilizada para arborização.

Jabuticaba – Árvore frutífera brasileira da família das mirtáceas, nativa da Mata Atlântica. Com até dez metros de altura, tem tronco claro, manchado, liso, com até 40cm de diâmetro. Floresce na primavera e no verão, produzindo grande quantidade de frutos, que crescem em aglomerados no tronco e ramos. Seus frutos pequenos, de casca negra e polpa branca aderida à única semente, e são consumidos in natura ou na forma de geléia, suco, licor, aguardente, vinho e vinagre.

Seringueira – Apresenta folhas compostas, flores pequeninas e reunidas em amplas panículas. Sua madeira é branca e leve e, de seu látex, se fabrica a borracha. Seu fruto encontra-se em uma grande cápsula com sementes ricas em óleo, que pode servir de matéria-prima para resinas, vernizes e tintas. Por serem ricas em nutrientes, as sementes são usadas na produção de suplementos alimentares.

Jacarandá Mimoso – É uma árvore ornamental da família Bignoniaceae, nativa da Argentina, Bolívia e Sul do Brasil, que se encontra ameaçada em seu habitat natural. É uma das poucas árvores a ter o mesmo nome em quase todos os idiomas do mundo. Além disso, tem dois nomes científicos porque, em 1822, foi identificada por duas pessoas que lhe deram nomes científicos diferentes: jacaranda mimosifolia e jacaranda rotundifolia.
Sete copas – Muito comum por todo o Brasil, especialmente na Região Sudeste, pois gosta do calor para se desenvolver. Também é comum em regiões praianas. Em Santos (SP), seu fruto é conhecido como cuca. No Espírito Santo, os frutos são chamados de castanhas e a árvore é conhecida como castanheira, ou popularmente, sete copas.

Reforma do Ginásio Poliesportivo é finalizada

O Ginásio Poliesportivo do Iate nasceu praticamente junto com o Clube e acompanhou toda a sua história. Desde a fundação, sediou importantes eventos, recebeu animados bailes de carnaval e foi palco de emocionantes torneios esportivos e de belíssimas apresentações das atletas da Patinação. No ano que o Clube e o Ginásio completam 60 anos, os Associados recebem um belo presente: um espaço totalmente renovado, com piso de altíssima qualidade, protegido da entrada de pássaros e que não mais sofrerá com as constantes inundações do passado.

As obras da reforma do Ginásio foram finalizadas na última terça-feira, com a entrega da parte final do processo: o moderno piso de madeira maciça. Após a conclusão da instalação, será necessário aguardar um período de 30 dias para o início da utilização do local, para que o material assente corretamente e para que o verniz seque por completo. Depois desse período será permitido o uso pelas alunas da Patinação, já que a prática de esportes coletivos ainda não foi liberada pelo Governo do Distrito Federal.

A renovação do Ginásio teve início em 2015, durante a gestão do Comodoro Edison Garcia. O espaço, que ficou por anos interditado, recebeu diversos reparos, inclusive no telhado, nova iluminação e itens de acessibilidade, como rampas de acesso, local reservado para cadeirantes e banheiros adaptados. 

Este ano, com o empenho do Comodoro Rudi Finger e da equipe de Engenharia do Iate, foi concluída a troca do piso, a ampliação da entrada do Ginásio e do Ciate, próximo ao Posto Médico, com a instalação da cobertura em estrutura metálica, e o fechamento das estruturas (treliças) nas laterais do Ginásio com tela artística (vazada), para bloquear a entrada de pássaros. Um antigo problema também foi corrigido: o recorrente alagamento do ginásio em épocas de chuvas. O Iate realizou uma obra nos sistemas drenagem do lençol freático e de águas pluviais, com bombeamento e desobstrução de redes. A medida vai proteger e garantir durabilidade ao novo piso recém instalado. 

Novo piso – O novo piso do Ginásio foi produzido e instalado pela Recoma, uma das empresas líderes no mercado de infraestrutura esportiva no Brasil. “Trata-se de um piso flutuante de madeira maciça Recomaflex Premium Grápia, com uma tecnologia moderna, usada nos melhores ginásios do Brasil e em ginásios onde são realizadas competições dos Jogos Pan Americanos”, contou o Comodoro Rudi Finger. 

O piso tem sistema de absorção de impacto flutuante e é o único testado e aprovado segundo a norma alemã DIN 18.032 Part II, que serve de parâmetro para aprovação por diversas federações esportivas Nacionais e Internacionais. Este é, por exemplo, o piso oficial da Confederação Brasileira do Desporto Universitário (CBDU) e também da Confederação Brasileira de Basketball (CBB). O acabamento do piso é feito com verniz de poliuretano especial anti-reflexivo e as demarcações das modalidades esportivas em tinta de alta resistência.

“Com essa reforma, o Ginásio do Iate passa a contar com um dos melhores pisos para a prática esportiva e nossos atletas terão todo conforto e segurança de um piso de nível de competição. Um merecido e durável presente a todos os Sócios neste ano emblemático em que celebramos os 60 anos do Clube, porém de forma restrita, em meio a uma pandemia”, contou o Comodoro.

Obras no ginásio em fase de finalização

Já estão em fase final as obras no Ginásio Poliesportivo do Iate Clube de Brasília. Iniciadas em junho, quando o Clube ainda estava de portas fechadas, as obras incluíram a troca do piso por um modelo mais moderno, a ampliação da entrada do Ginásio e do Ciate, próximo ao Posto Médico, com a instalação da cobertura em estrutura metálica, e o fechamento das estruturas (treliças) nas laterais do Ginásio com tela artística (vazada), para bloquear a entrada de pássaros.

Um antigo problema também foi corrigido no período: o recorrente alagamento do ginásio em épocas de chuvas. O Iate realizou uma obra nos sistemas drenagem do lençol freático e de águas pluviais, com bombeamento e desobstrução de redes. A medida foi para sanar o velho problema e vai proteger e garantir durabilidade ao novo piso recém instalado. 

Novo piso – O novo piso do Ginásio foi produzido e instalado pela Recoma, uma das empresas líderes no mercado de infraestrutura esportiva no Brasil. “Trata-se de um piso flutuante de madeira maciça Recomaflex Premium Grápia, com uma tecnologia moderna, usada nos melhores ginásios do Brasil e em ginásios onde são realizadas competições dos Jogos Pan Americanos”, contou o Comodoro Rudi Finger.

O piso tem sistema de absorção de impacto flutuante e é o único testado e aprovado segundo a norma alemã DIN 18.032 Part II, que serve de parâmetro para aprovação por diversas federações esportivas Nacionais e Internacionais. Este é, por exemplo, o piso oficial da Confederação Brasileira do Desporto Universitário (CBDU) e também da Confederação Brasileira de Basketball (CBB). O acabamento do piso é feito com verniz de poliuretano especial anti-reflexivo e as demarcações das modalidades esportivas em tinta de alta resistência. “Com essa reforma, o ginásio do Iate contará com um dos melhores pisos para a prática esportiva e nossos atletas terão todo conforto e segurança de um piso de nível de competição”, comemorou o Comodoro.

Uso de máscaras é obrigatório no Iate e em todo o Distrito Federal

Como parte das ações de combate à proliferação do novo coronavírus, o uso de máscaras de proteção facial é obrigatório em todo o Distrito Federal. O decreto que estabelece a penalidade foi publicado em edição extra do Diário Oficial (DODF) do dia 23 de abril e continua válido.

Segundo o texto, o uso de máscaras segue as orientações do Ministério da Saúde e elas devem ser usadas em espaços públicos, vias públicas, transporte coletivo e estabelecimentos comerciais, industriais e de serviços da capital.

As multas pelo não uso de máscaras faciais são de R$ 2 mil para pessoas físicas e R$ 4 mil para pessoas jurídicas. O crime cometido por quem não usa o acessório tem previsão no artigo 268 do Código Penal e consiste em incidência de crime de infração contra medida sanitária preventiva. Pode ser aplicada pena de 1 mês a 1 ano de detenção, mais multa a ser aplicada pelo delegado, além dos R$ 2 mil.

Segundo o secretário do DF Legal, Cristiano Mangueira, a fiscalização vai endurecer ainda mais a partir desta semana. “Quanto às máscaras não cabe mais conscientização. A obrigatoriedade é a partir de maio, as pessoas precisam obedecer. Na primeira semana, haverá multa. Na segunda, as pessoas serão levadas à delegacia para responder por crime”, explicou. 

Soma-se a isso o Decreto nº 40.923, que dispõe sobre a reabertura dos clubes recreativos do DF, que inclui a exigência do uso de máscaras por todos os seus frequentadores. Segundo o decreto, aqueles que descumprirem as medidas exigidas estarão sujeitos à multa, interdição, suspensão de alvará enquanto perdurar o estado de calamidade pública e demais sanções administrativas e penais, nos termos previstos em leis e decretos que regem a matéria. 

No Iate – A obrigatoriedade do uso do equipamento de proteção também consta nas regras de reabertura do Iate, amplamente divulgadas no Jornal do Iate, no site do Clube e nas redes sociais oficiais da instituição.

A regra está valendo no Clube para os colaboradores, Sócios e prestadores de serviço. O uso de máscaras é obrigatório não apenas para o acesso ao campus, mas em todas as dependências do Iate, durante todo o tempo de permanência. Os frequentadores também deverão ficar atentos e respeitar as orientações das organizações de saúde e do GDF em relação ao distanciamento mínimo entre as pessoas.

Com novo decreto, Iate amplia funcionamento

O Decreto nº 40.988, publicado no Diário Oficial do Distrito Federal do dia 14 de julho,  alterou o Decreto nº 40.923 (26/06/20), que definia a reabertura dos clubes recreativos do DF. Com isso, o Iate pôde ampliar seu funcionamento, já que ficou permitida a abertura de academias, bares e restaurantes dentro dos clubes. Contudo, segue proibida a prática de esportes coletivos e a utilização das demais áreas de uso coletivo, tais como piscinas, churrasqueiras, saunas e afins, assim como a utilização de espaços para a realização de piqueniques ou outras atividades que gerem aglomeração.

Desde a última quinta-feira (16), o Iate passou a funcionar de segunda a segunda, das 6h às 21h. Todos os frequentadores devem continuar a seguir os protocolos e medidas de segurança recomendados pelas autoridades sanitárias e pelo Iate Clube, que incluem o distanciamento mínimo de dois metros entre as pessoas; a utilização de álcool em gel 70% para higienização das mãos (será fornecido pelo Clube); e a utilização, durante toda a permanência nas dependências do Clube, de máscaras de proteção facial. Todos os Associados, colaboradores e concessionários continuam a ter a temperatura corporal aferida na entrada do Clube.

A Academia do Iate voltou a funcionar na última quinta-feira, seguindo as medidas previstas no Decreto nº 40.939, de 02 de julho de 2020. No mesmo dia, também foi permitida a reabertura de bares, restaurantes e demais concessionários instalados dentro do Clube, conforme regras do decreto específico.

O Iate solicita a importante colaboração de todos no cumprimento dos protocolos de segurança. O objetivo é garantir a saúde e bem estar de todos os frequentadores do Iate e evitar as sanções previstas nos decretos do GDF, que incluem aplicação de multa e interdição entre outras sanções administrativas e penais, nos casos de inobservância dos protocolos e das medidas de segurança recomendados.

LEGALIDADE ACIMA DE TUDO

A importância da tomada de decisões, em estrita observância aos princípios da legalidade e moralidade administrativa, tem sido a tônica das últimas gestões do Iate, que vêm implementando no Clube o necessário e imprescindível cumprimento dos ditames da lei.

Como é sabido, aqueles que lidam com o interesse e patrimônio coletivo, além de observarem a lei devem, também, seguir padrões éticos esperados.

Com base nisso, o Comodoro, visando cumprir a determinação do Conselho Deliberativo de demolir o prédio da Antiga Sauna, solicitou ao GDF que informasse se a referida edificação tem ou não valor histórico para a cidade, posto que o prédio foi edificado em 1959, antes mesmo de pertencer ao patrimônio do Clube, cujo projeto se tem notícia ser de autoria do renomado arquiteto Oscar Niemeyer.

A consulta ao GDF foi realizada em caráter preventivo, para que a demolição determinada pelo Conselho Deliberativo somente fosse executada após os esclarecimentos pertinentes, bem como após a concessão das autorizações que possibilitassem sua destruição.

Na última terça-feira, 14 de julho, o Secretário de Estado  de Desenvolvimento  Urbano e Habitação  do DF, respondendo a reiteração do pedido do Comodoro, informou que a área técnica ainda não concluiu o estudo, entretanto, não obstante a análise em curso, ressaltou  que “a demolição  do prédio em questão, independentemente de outras medidas a serem eventualmente aplicáveis, deverá ser precedida da necessária obtenção de licença específica para esse fim”, alertando, ainda, que “a realização de demolições sem a prévia obtenção da licença sujeitará o infrator às penalidades previstas em lei”.

Desse modo, a ausência de imediato cumprimento da determinação do Conselho Deliberativo está mais do que justificada, pois  o Iate, através de seu Comodoro, sempre toma decisões calcadas  em pareceres  de  sua Diretoria  Jurídica, que prima  pelo cumprimento absoluto das leis,  justamente para garantir ao Quadro Social que as decisões do Clube não trarão qualquer tipo de dano apto a impactar negativamente, seja nas suas finanças ou até mesmo no excelente conceito que goza em nível nacional, pois o Iate é reconhecidamente um dos melhores clubes sociais do país.

O Iate  tem  implantado   uma gestão  séria, transparente,  que prima  sempre pela lisura  e probidade dos atos praticados, a qual visa, antes de mais nada, o bem comum  do Quadro Social, independentemente  da  corrente política seguida,  pois ao tratar com zelo e responsabilidade os assuntos relativos à administração do Clube todos são beneficiados, não se podendo decidir açodadamente determinadas questões, sob pena de colocar em risco  tudo  o que se conquistou ao longo de seus 60 anos de existência.

PROTOCOLO DE REABERTURA – IATE CLUBE DE BRASÍLIA

A Comodoria do Iate Clube de Brasília, em conjunto com a Diretoria Administrativa e de Recursos Humanos, informa a todo o quadro social que, em atenção ao Decreto nº 40.988, de 14/07/2020, que alterou o Decreto nº 40.923, de 26/06/2020, que dispõe sobre a abertura de clubes recreativos no DF, possibilitando o funcionamento de academias, bares e restaurantes em seu interior e mantendo a vedação da prática de esportes coletivos e utilização das demais áreas de uso coletivo, tais como piscinas, churrasqueiras, saunas e afins.

Assim, a Comodoria do Iate Clube de Brasília passa a disciplinar internamente o cumprimento do Decreto nº 40.923, de 26 de junho de 2020, alterado pelo Decreto nº 40.988, de 14/07/2020, nos seguintes termos:

Art. 1º – O Iate Clube de Brasília, a partir do dia 16/07/2020, funcionará de segunda a segunda, das 6h às 21h, sendo que todos os frequentadores deverão observar, obrigatoriamente, os protocolos e medidas de segurança recomendados pelas autoridades sanitárias e pelo Iate Clube, inclusive:

  1. O distanciamento mínimo de dois metros entre as pessoas;
  2. A utilização de álcool em gel 70% para higienização das mãos, sendo que o álcool será fornecido pelo Clube;
  3. A utilização, durante todo o período em que estiver nas dependências do Clube, de máscaras de proteção facial, conforme disposto na Lei nº 6.559, de 23 de abril de 2020, e no Decreto nº 40.648, de 23 de abril de 2020;

§1º – Em observância ao que Determina o Decreto nº 40.923, de 26/06//2020 em conjunto com o Decreto 40.939, de 02/07/2020, todos os associados, colaboradores, concessionários, prestadores de serviços e demais frequentadores do Iate Clube de Brasília, terão sua temperatura aferida na entrada do Clube, sendo que a temperatura será registrada em planilha, na qual constará nome, data, horário e temperatura. A planilha ficará à disposição para conhecimento das autoridades em eventual caso de fiscalização.

§ 2º – Quando constatado febre ou estado gripal, será impedida a entrada ou permanência nas instalações do Clube, oportunidade em que haverá orientação de procurar o sistema de saúde.

§ 3º – A febre de que trata o § 1º deste artigo é caracterizado pela temperatura igual ou superior a 37,8 °C.

§ 4º – O associado, empregado, colaborador, concessionário e demais frequentadores que apresentar sintomas da COVID-19, será orientado a permanecer em isolamento domiciliar, pelo período de quatorze dias, exceto se apresentar resultado de exame laboratorial que comprove ausência de infecção pelo novo coronavírus.

§ 5º – Em observância ao que determina os Decretos nº 40.923, de 26/06/2020 e nº 40.939, de 02/07/2020, bem como em atenção às necessárias medidas de prevenção, está suspensa a utilização das catracas, bebedouros, armários e chuveiros do Iate Clube de Brasília.

§ 6º – Em atendimento ao que determina o Decreto nº 40.988, de 13 de julho de 2020, fica vedada a prática de quaisquer esportes coletivos, bem como a utilização de áreas coletivas, tais como piscinas, churrasqueiras, saunas e afins;

§ 7º – Está suspensa a realização de aulas coletivas e modalidades esportivas que propiciam contato físico.

§ 8º –  Em atendimento ao que Determina o Decreto nº 40.923, de 26/06/2020, fica vedada a utilização de espaços para a realização de piqueniques ou outras atividades que gerem aglomeração;

§ 9º – A Academia do Iate Clube de Brasília funcionará a partir do dia 16/07/2020, observando as determinações contidas no Decreto nº 40.939, de 02 de julho de 2020, e no Protocolo de Reabertura da Academia, normativo elaborado pela Diretoria do Espaço Saúde e Comodoria, publicado em 14/07/2020;

Art. 2º – Os bares, restaurantes e demais concessionários instalados dentro do Clube poderão funcionar, obedecendo as regras impostas no Decreto nº 40.939, de 02/07/2020, bem como as determinações descritas no Protocolo de Reabertura de Concessionários, normativo elaborado pela Diretoria Administrativa e de Recursos Humanos e Comodoria, publicado em 14/07/2020.

Art. 3º – O Iate Clube de Brasília publicará planilha contendo o horário de funcionamento dos concessionários estabelecidos no âmbito do Clube que optaram por reabrir, diante da autorização contida no Decreto nº 40.988, de 14/07/2020.

Art. 4º – As pessoas físicas e jurídicas sujeitar-se-ão ao cumprimento das medidas previstas nos Decreto nº 40.923, de 26/06/2020, nº 40.939, de 08/07/2020 e nº 40.648, de 23/04/2020, sob pena de multa, interdição e demais sanções administrativas e penais, nos termos previstos em leis e Decretos que regem a matéria.

§ 1º  A inobservância dos protocolos e das medidas de segurança recomendados pelas autoridades sanitárias previstas no Decreto nº 40.923, de 26/06/2020, sujeita o infrator, cumulativamente:

  1. às penas previstas no art. 10, da Lei federal nº 6.437, de 20 de agosto de 1977;
  2. à incidência de crime de infração de medida sanitária preventiva de que trata o art. 268, do Código Penal;
  3. à suspensão do alvará de funcionamento, enquanto perdurar o estado de calamidade pública gerado pela pandemia de COVID-19;
  4. à interdição total ou parcial do estabelecimento ou atividade pelos órgãos de fiscalização.

§ 2º As penas referidas no parágrafo anterior serão aplicadas tanto ao Clube quanto às pessoas físicas que descumprirem as regras contidas nos Decretos.

Art. 5º – A inobservância das normas descritas no presente normativo poderá acarretar na abertura de procedimento disciplinar, bem como está sujeita às sanções do Poder Público descritas no presente artigo.

Atenciosamente,

      Marili Maria Amorim P. Rodrigues Diretora Administrativa e de Recursos Humanos       Rudi Finger Comodoro

Iate reabre com rotina de segurança

O Iate Clube de Brasília reabriu no último sábado, dia 04 de julho, com protocolos de segurança, em cumprimento às determinações do Governo do Distrito Federal e da Organização Mundial de Saúde (OMS). Entre as medidas, estão o uso de EPIs pelos colaboradores, disponibilização de álcool em gel 70% em todos os setores e o uso de máscara de proteção facial obrigatório em todo o campus. Todos os frequentadores têm a temperatura corporal aferida na entrada e as mesas e cadeiras estão dispostas a uma distância mínima de dois metros umas das outras e são higienizadas com frequência. 

“Foi uma grande alegria reabrir as portas e voltar a receber a Família Iatista. Nesta primeira semana, pudemos observar que os Sócios foram nossos parceiros. Não registramos aglomerações ou resistência no cumprimento das novas regras impostas para a reabertura com segurança”, contou o Comodoro Rudi Finger.

Piscinas, churrasqueiras, sauna e outras áreas coletivas continuam proibidas, assim como a prática de qualquer atividade coletiva, inclusive piqueniques. Bares e restaurantes seguem funcionando apenas para a venda de bebidas não alcoólicas. Como os bebedouros estão interditados, é recomendável que o Associado traga sua garrafinha para água. Lembramos que o funcionamento do Iate, nesta fase, é das 7h às 20h, a partir de hoje dia 10. A entrada dos Sócios é realizada apenas pela Portaria Principal e a saída, exclusivamente pela Portaria Norte.