Gestão investe em medidas de segurança

O Iate Clube de Brasília precisa ser um ambiente seguro para a Família Iatista. Por isso, as ações desta gestão estão focadas no bem-estar, na saúde e na proteção dos Sócios, dos colaboradores e dos prestadores de serviços.

Neste sentido, várias ações já foram concretizadas. Entre as mais recentes, destaca-se a instalação das barreiras de proteção em acrílico nos balcões de atendimento dos concessionários – Bar dos Cunhados, Bar do Tênis, Bar da Peteca e lanchonete da Academia. Os demais pontos de alimentação receberão os itens em breve. 

A medida soma-se aos esforços de evitar a proliferação do vírus da Covid-19 dentro do Clube. Só para se ter uma ideia, além dos painéis, a administração aumentou os gastos com a aquisição de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) como luvas, gorros, máscaras, protetores faciais e capotes descartáveis.

“O avanço da imunização no DF já começa a apresentar resultados positivos, mas não podemos deixar os cuidados de lado. Por isso, é importante reforçar que o uso de máscara de proteção é obrigatório em todo o Clube”, alerta o Comodoro Flávio Pimentel.

Ele lembra ainda que, com a liberação das áreas comuns, como saunas e churrasqueiras, os Sócios precisam atentar-se ao cumprimento dos protocolos de biossegurança instituídos para os setores. “Com o apoio da Diretoria Médica, elaboramos documentos para todas as áreas do Clube, os quais consolidam orientações individuais e coletivas para que todos possam aproveitar o Iate com segurança”, detalha Pimentel. 

O Iate ainda foi parceiro do Governo do Distrito Federal e da Federação de Esportes Aquáticos do DF (FDA) ao disponibilizar a estrutura para que 104 nadadores, dos quais 37 eram Iatistas, fizessem o exame RT/PCR para detecção ou não da Covid-19. A delegação seguiu para Anápolis (GO), onde participa do Campeonato Centro-Oeste de Natação.

Pensando em outro viés da segurança do Quadro Social, os marinheiros e os salva-vidas do Clube passaram por mais um curso de qualificação sobre primeiros socorros. 

“Trabalhamos para que o Clube seja seguro para todos em diferentes aspectos e continuaremos investindo em ações neste sentido. Mas é fundamental a contribuição de cada um para que não haja retrocessos e, assim, muito em breve, o Iate retome todas as suas atividades na integralidade”, finaliza o Comodoro.