Equipe do Iate é destaque em competição nacional realizada em Joinville

A equipe de Patinação Artística do Iate Clube de Brasília foi destaque na competição nacional realizada na cidade de Joinville. De acordo com a Confederação Brasileira de Hóquei e Patinação, o evento reuniu mais de 600 participantes, sendo que 12 eram atletas Iatistas, que seguiram os rígidos protocolos de segurança sanitária estabelecidos na cidade. 

O time de atletas comandado pelos técnicos Eduardo Gravina e Tathiana Resende, e apoiado também pelas técnicas Caroline Rabelo, Gabriela Pacheco, Inês Santiago e Isabela Rachid, participou do Campeonato Brasileiro e do Torneio Nacional e Aspirantes de Patinação Artística, entre os dias 3 e 13 de junho, e trouxe um total surpreendente de 23 medalhas, sendo 12 de ouro, 4 de prata, 3 de bronze e 4 de quartos e quintos lugares. 

Participaram das competições as atletas Aline Meira, Antonella Bauer, Clara Barcelos, Gabriela Pacheco, Isis Franke, Juliana Diniz, Lívia Meira, Luísa Carvalho, Mariana Pêgas, Mell Barcelos, Monique Moisés e Pietra Bauer. 

As patinadoras Antonella, Clara e Lívia têm grandes possibilidades de representarem o Iate Clube no Campeonato Sul-Americano de Patinação Artística, previsto para meados de novembro, na Argentina. “Os eventos realizados referem-se às edições de 2020, adiadas em razão da pandemia. Caso não haja a edição de 2021, as atletas seguem direto para o sul-americano. Ainda assim, mesmo que a seletiva nacional deste ano aconteça, as chances de elas competirem fora do país e ainda de outras atletas do Iate Clube de Brasília serem selecionadas são bem altas”, explica Renata Bauer, vice-Diretora de Patinação Artística. 

Renata destaca, ainda, o ouro trazido pelas atletas Aline, Luísa, Mariana, Monique e Pietra e parabeniza todas as atletas, as quais apresentaram excelente performance. “As competições foram acirradas e nossas patinadoras mantiveram o foco, mesmo em uma situação totalmente adversa. Trazer para nosso Clube tantas conquistas significativas só demonstra o comprometimento excepcional das patinadoras e do corpo técnico com o esporte. Nosso Iate foi muito bem representado”, enfatiza a vice-Diretora. 

Os técnicos Tathiana Resende e Eduardo Gravina corroboram com a afirmação de Renata Bauer. Segundo eles, mesmo durante os períodos de fechamento do Clube, foram adotadas estratégias de treinamento para que a equipe se mantivesse ativa e não recuasse no processo evolutivo.

“Utilizamos os espaços públicos para treinar em dias de tempo favorável, as estruturas que cada um tinha em casa e trabalhamos bem tanto a parte de condicionamento quanto a parte teórica do esporte. Foram dias de muita ansiedade e incertezas, mas o que vimos no campeonato e no torneio foram atletas concentradas, apaixonadas pelo esporte e com vontade de vencer”, finalizam os técnicos.