Das ilustres presenças que passaram pela sala de visitas da capital

Nesta edição, vamos resgatar algumas das personalidades nacionais e internacionais que já passaram pelo Iate Clube de Brasília ao longo da sua história. 

Luciano Pavarotti, Kristina Miller, Patrizia Cigna, Pierluigi Ruggiero e Laetitia Grimaldi estão entre os renomados artistas que deixaram ótimas lembranças aos Associados durante suas visitas ao Iate.

Em novembro de 2009, o lendário e consagrado cantor americano Tony Bennett, foi convidado pelo sócio Paulo Fialho para usar a estrutura do Iate e praticar um esporte que sempre gostou: o tênis.  

Ícones da cultura brasileira como Alcione, Roberto Carlos, Nívea Maria, Paulo José, Sílvio Caldas, Chico Anysio, Benito de Paula, Jô Soares, Os Trapalhões, Claudio Cohen, Barão Vermelho, Fernanda Abreu, Paralamas do Sucesso, Paulo Miklos, Biquíni Cavadão, Titãs, entre outros, também deixaram suas marcas na nossa trajetória.

História – A década de 90 e o início dos anos 2000 foram marcados por muitas entregas à Família Iatista. Nas gestões dos ex-Comodoros Ennius Muniz, Nelson Campos, George Raulino e Edson Carvalho Mendonça importantes projetos foram implementados em benefício do Clube, a exemplo da Regata JK, além de outras melhorias em prol dos Associados, como as inaugurações da primeira piscina semiolímpica  e das quadras cobertas de peteca. 

Houve também as entregas do Iate Shopping e do espaço do Ciate, bem como a finalização da cobertura das quadras de tênis. Em 1999, o Sócio, Conselheiro, arquiteto e velejador, Filinto Figueiredo Pacheco, doou ao Clube o projeto arquitetônico da nova Marina do Iate. 

Entre outras grandes melhorias, o Clube recebia um importante símbolo da sua história: o busto de JK, inaugurado em setembro de 2001; em 2003, os Sócios foram presenteados com a abertura do Iate TV e da Sala de Estudos; e, em 2006 e foi concluída a obra do Espaço da Sinuca; já em 2008, ocorreu a inauguração do prédio onde hoje está estabelecido o Espaço Saúde. 

“Existem muitos outros fatos históricos dignos de registro nas décadas relatadas até aqui, os quais, certamente, serão objeto de matérias futuras. Porém, ao me aprofundar cada dia mais sobre a história do Iate, salta aos olhos a constatação de que a constante evolução do Clube decorre do empenho e da devoção de seus próprios Associados, em prol da Família Iatista”, menciona Flávio Schegerin Ribeiro, Diretor Cultural.