Cuidados com a saúde dos colaboradores

Ainda no início da pandemia, em 2020, o Iate acompanha a evolução de casos dentro do Clube envolvendo os funcionários. Ciente da responsabilidade de dar segurança aos colaboradores, as Diretorias Médica e Administrativa e de Recursos Humanos monitoram os casos e prestam o auxílio necessário ao quadro.

Como há um movimento preventivo logo na chegada ao Clube, os funcionários que apresentam sintomas ou suspeitas, rapidamente, são encaminhados para a realização do teste, o qual é custeado pela administração, por meio de um convênio com uma clínica particular. Os números são contabilizados em um gráfico que, agora, avalia os casos desde o fechamento no dia 28 de fevereiro de 2021.

“Atualmente, sete funcionários estão recuperados da Covid-19 e mais dois foram afastados preventivamente, considerando que há uma suspeita de contágio, e aguardam os resultados dos testes. Esta atitude adotada pela administração, além de atender aos dispositivos legais, visa, principalmente, a manutenção da saúde e da segurança dos colaboradores”, esclarece o Diretor Médico, Luiz Alberto Mendonça de Freitas.

Cumpre ressaltar que os funcionários são obrigados a utilizar máscaras de proteção facial durante todo o expediente, bem como orientados a higienizar as mãos frequentemente seja com álcool 70% – há vários dispensadores em todo o Clube – seja com a lavagem das mãos e a manter o distanciamento social. Nesse sentido, em cumprimento ao Decreto nº 41.849/2021, foi organizada uma escala de revezamento de dia ou horário de trabalho entre os empregados, colaboradores, terceirizados e prestadores de serviço.

Como resultado, frisa o Diretor, “temos um quadro funcional sadio e pronto para atender aos Sócios em suas demandas quando as atividades do Clube retornarem, bem como para realizarem suas atividades rotineiras em prol de todo o Iate”, destaca Freitas.