Em reunião, Conselho Deliberativo aprova matérias importantes

No último dia 22, antes dos ritos protocolares das Reuniões Ordinária e Extraordinária, o Conselho Deliberativo do Iate Clube de Brasília prestou uma bela e merecida homenagem póstuma ao Sócio Benemérito Carlos Murilo Felício dos Santos, um dos fundadores do Iate Clube de Brasília.

Presente no evento, a filha de Carlos Murilo, Juliana Felício dos Santos, ficou bastante emocionada com as palavras do Sócio Conselheiro Nato, João Rodrigues Neto, que enalteceu a vida e a obra do amigo Carlos, as quais deixaram um legado de integridade, honestidade, competência, generosidade, coragem e companheirismo e, assim, constituem a grande herança que emerge de sua inestimável participação na construção e na consolidação do Iate. 

Na reunião, após a apresentação do parecer e a discussão entre os membros, o pleno do Conselho Deliberativo aprovou o Relatório de Atividades do Conselho Diretor, referente ao 2º semestre de 2020, por unanimidade. Oportunamente, também foi aprovada a alteração, em caráter temporário, do Regimento Interno do Colegiado, quanto às formas de presença e votação de matérias, em razão da pandemia da covid-19, que reclama a tomada de medidas de prevenção, controle e contenção de risco, com o objetivo de evitar a disseminação da doença.

Também foi aprovado o parecer da Comissão que analisou os critérios adotados para o acesso de três Conselheiros Efetivos ao Quadro de Conselheiros Natos, em razão das transferências dos títulos patrimoniais dos ocupantes até então. Após as verificações legais, conclui-se que os Sócios Edward Cattete Pinheiro Filho, Carlos Alberto Ferreira Júnior e Carlos Alberto Santiago ocupam as três primeiras posições na lista de acesso ao referido quadro.