Setor Náutico recebe últimos lotes de equipamentos e materiais com verba do CBC

O Iate Clube de Brasília recebeu, neste mês, 26 barcos completos da Classe Optimist, além de três barcos da Classe ILCA/Laser. Os equipamentos possuem todos os cabos, leme, bolina, cana/extensão de carbono, top de carbono, base e vela 4.7, base e vela Radial, retranca, carreta de encalhe, capas de leme/bolina, de mastreação e do casco. 

Em julho de 2020, o Iate já havia recebido um bote com motor, carreta e todos os acessórios necessários para apoiar os alunos da Escola de Desportos Náuticos (EDN).

Os equipamentos fazem parte do projeto apresentado em 2017 pelo Iate referente ao Edital nº 7 do Comitê Brasileiro de Clubes (CBC), o qual o Clube recebeu R$ 953.421,20 para atualizar e modernizar os parques esportivos destinados aos atletas em formação da EDN, na forma do Programa de Formação de Atletas do CBC.

“Todos os itens adquiridos pelo Clube atenderão aos velejadores que participam dos treinamentos semanais e os campeonatos regionais e nacionais, contribuindo, significativamente, para que os nossos atletas melhorem seus resultados e levem o nome do Iate para o cenário internacional”, afirmou o Comodoro Flávio Pimentel.

Durante a entrega, Flávio Pimentel agradeceu aos ex-Comorodos Rudi Finger e Edison Garcia pela dedicação ao projeto, em suas respectivas gestões, e aos funcionários que se envolveram em todo o processo, o qual foi finalizado com pleno êxito. 

O Comodoro do Iate quando da apresentação do projeto referente ao Edital nº 7 do CBC e hoje Presidente do Conselho Deliberativo, Edison Garcia, lembra que a aprovação do projeto, elaborado pelo especialista em esportes náuticos Allan Godoy e pelo gerente Murilo Peixoto, representou um marco na história do Clube. “Trata-se da maior aquisição do Iate das flotilhas Optimist e Laser. O investimento reforça o compromisso do Clube quanto ao incentivo ao esporte e consagra o nome da Instituição no setor clubístico nacional”, destacou o Presidente.

Em março deste ano foi realizado o 1º Pregão Eletrônico e, em julho, o 2º Pregão, pelo Setor de Contratos e Licitações, com o apoio das Diretorias Jurídica e de Administração e Recursos Humanos. Os pregoeiros Ulysses Seabra e Hélio de Freitas foram os responsáveis pela condução dos certames licitatórios conforme determina a legislação vigente.