Avançam as obras de desassoreamento da Dársena 2 do Setor Náutico

O desassoreamento da Dársena 2 do Setor Náutico, cujo início data de 5 de outubro, avança e 20% do serviço contratado foi
executado em 19 dias. A empresa MAK Dragagem está bombeando uma média de 130m³ (metros cúbicos), por hora, e, aproximadamente, 850m³, por dia, de material retirado do leito (cascalho, lama e água). A área estimada para a obra tem 4.260m² e volume de cerca de 2300m³. Todo material será retirado por meio de bombeamento e descartado na antiga obra da Escola Superior de Guerra.

“O sistema de sucção do equipamento está sobre uma balsa. O braço de sucção possui uma ponteira escariadora hidráulica para remover e soltar o material do leito, dando condição de sugar o material sedimentado e bombeando-o até o local de descarte a 600 metros de distância. O serviço é monitorado por um profissional que mergulha quando necessário”, detalha o Engenheiro Eustério
Chaves.

Eustério explica ainda que as redes de mangotes são constantemente verificadas, assim como o acampamento por sistema de baliza, fazendo a leitura de profundidade do leito com o objetivo de atingir a fundura desejada.

O serviço de desassoreamento tem previsão de 60 dias. O Iate Clube de Brasília pede desculpas pelo transtorno e, para não haver atraso nas movimentações de seus barcos, solicitamos a todos que façam os pedidos de descida ou subida de suas embarcações previamente.