Com novo decreto, Iate amplia funcionamento

O Decreto nº 40.988, publicado no Diário Oficial do Distrito Federal do dia 14 de julho,  alterou o Decreto nº 40.923 (26/06/20), que definia a reabertura dos clubes recreativos do DF. Com isso, o Iate pôde ampliar seu funcionamento, já que ficou permitida a abertura de academias, bares e restaurantes dentro dos clubes. Contudo, segue proibida a prática de esportes coletivos e a utilização das demais áreas de uso coletivo, tais como piscinas, churrasqueiras, saunas e afins, assim como a utilização de espaços para a realização de piqueniques ou outras atividades que gerem aglomeração.

Desde a última quinta-feira (16), o Iate passou a funcionar de segunda a segunda, das 6h às 21h. Todos os frequentadores devem continuar a seguir os protocolos e medidas de segurança recomendados pelas autoridades sanitárias e pelo Iate Clube, que incluem o distanciamento mínimo de dois metros entre as pessoas; a utilização de álcool em gel 70% para higienização das mãos (será fornecido pelo Clube); e a utilização, durante toda a permanência nas dependências do Clube, de máscaras de proteção facial. Todos os Associados, colaboradores e concessionários continuam a ter a temperatura corporal aferida na entrada do Clube.

A Academia do Iate voltou a funcionar na última quinta-feira, seguindo as medidas previstas no Decreto nº 40.939, de 02 de julho de 2020. No mesmo dia, também foi permitida a reabertura de bares, restaurantes e demais concessionários instalados dentro do Clube, conforme regras do decreto específico.

O Iate solicita a importante colaboração de todos no cumprimento dos protocolos de segurança. O objetivo é garantir a saúde e bem estar de todos os frequentadores do Iate e evitar as sanções previstas nos decretos do GDF, que incluem aplicação de multa e interdição entre outras sanções administrativas e penais, nos casos de inobservância dos protocolos e das medidas de segurança recomendados.

LEGALIDADE ACIMA DE TUDO

A importância da tomada de decisões, em estrita observância aos princípios da legalidade e moralidade administrativa, tem sido a tônica das últimas gestões do Iate, que vêm implementando no Clube o necessário e imprescindível cumprimento dos ditames da lei.

Como é sabido, aqueles que lidam com o interesse e patrimônio coletivo, além de observarem a lei devem, também, seguir padrões éticos esperados.

Com base nisso, o Comodoro, visando cumprir a determinação do Conselho Deliberativo de demolir o prédio da Antiga Sauna, solicitou ao GDF que informasse se a referida edificação tem ou não valor histórico para a cidade, posto que o prédio foi edificado em 1959, antes mesmo de pertencer ao patrimônio do Clube, cujo projeto se tem notícia ser de autoria do renomado arquiteto Oscar Niemeyer.

A consulta ao GDF foi realizada em caráter preventivo, para que a demolição determinada pelo Conselho Deliberativo somente fosse executada após os esclarecimentos pertinentes, bem como após a concessão das autorizações que possibilitassem sua destruição.

Na última terça-feira, 14 de julho, o Secretário de Estado  de Desenvolvimento  Urbano e Habitação  do DF, respondendo a reiteração do pedido do Comodoro, informou que a área técnica ainda não concluiu o estudo, entretanto, não obstante a análise em curso, ressaltou  que “a demolição  do prédio em questão, independentemente de outras medidas a serem eventualmente aplicáveis, deverá ser precedida da necessária obtenção de licença específica para esse fim”, alertando, ainda, que “a realização de demolições sem a prévia obtenção da licença sujeitará o infrator às penalidades previstas em lei”.

Desse modo, a ausência de imediato cumprimento da determinação do Conselho Deliberativo está mais do que justificada, pois  o Iate, através de seu Comodoro, sempre toma decisões calcadas  em pareceres  de  sua Diretoria  Jurídica, que prima  pelo cumprimento absoluto das leis,  justamente para garantir ao Quadro Social que as decisões do Clube não trarão qualquer tipo de dano apto a impactar negativamente, seja nas suas finanças ou até mesmo no excelente conceito que goza em nível nacional, pois o Iate é reconhecidamente um dos melhores clubes sociais do país.

O Iate  tem  implantado   uma gestão  séria, transparente,  que prima  sempre pela lisura  e probidade dos atos praticados, a qual visa, antes de mais nada, o bem comum  do Quadro Social, independentemente  da  corrente política seguida,  pois ao tratar com zelo e responsabilidade os assuntos relativos à administração do Clube todos são beneficiados, não se podendo decidir açodadamente determinadas questões, sob pena de colocar em risco  tudo  o que se conquistou ao longo de seus 60 anos de existência.

PROTOCOLO DE REABERTURA – IATE CLUBE DE BRASÍLIA

A Comodoria do Iate Clube de Brasília, em conjunto com a Diretoria Administrativa e de Recursos Humanos, informa a todo o quadro social que, em atenção ao Decreto nº 40.988, de 14/07/2020, que alterou o Decreto nº 40.923, de 26/06/2020, que dispõe sobre a abertura de clubes recreativos no DF, possibilitando o funcionamento de academias, bares e restaurantes em seu interior e mantendo a vedação da prática de esportes coletivos e utilização das demais áreas de uso coletivo, tais como piscinas, churrasqueiras, saunas e afins.

Assim, a Comodoria do Iate Clube de Brasília passa a disciplinar internamente o cumprimento do Decreto nº 40.923, de 26 de junho de 2020, alterado pelo Decreto nº 40.988, de 14/07/2020, nos seguintes termos:

Art. 1º – O Iate Clube de Brasília, a partir do dia 16/07/2020, funcionará de segunda a segunda, das 6h às 21h, sendo que todos os frequentadores deverão observar, obrigatoriamente, os protocolos e medidas de segurança recomendados pelas autoridades sanitárias e pelo Iate Clube, inclusive:

  1. O distanciamento mínimo de dois metros entre as pessoas;
  2. A utilização de álcool em gel 70% para higienização das mãos, sendo que o álcool será fornecido pelo Clube;
  3. A utilização, durante todo o período em que estiver nas dependências do Clube, de máscaras de proteção facial, conforme disposto na Lei nº 6.559, de 23 de abril de 2020, e no Decreto nº 40.648, de 23 de abril de 2020;

§1º – Em observância ao que Determina o Decreto nº 40.923, de 26/06//2020 em conjunto com o Decreto 40.939, de 02/07/2020, todos os associados, colaboradores, concessionários, prestadores de serviços e demais frequentadores do Iate Clube de Brasília, terão sua temperatura aferida na entrada do Clube, sendo que a temperatura será registrada em planilha, na qual constará nome, data, horário e temperatura. A planilha ficará à disposição para conhecimento das autoridades em eventual caso de fiscalização.

§ 2º – Quando constatado febre ou estado gripal, será impedida a entrada ou permanência nas instalações do Clube, oportunidade em que haverá orientação de procurar o sistema de saúde.

§ 3º – A febre de que trata o § 1º deste artigo é caracterizado pela temperatura igual ou superior a 37,8 °C.

§ 4º – O associado, empregado, colaborador, concessionário e demais frequentadores que apresentar sintomas da COVID-19, será orientado a permanecer em isolamento domiciliar, pelo período de quatorze dias, exceto se apresentar resultado de exame laboratorial que comprove ausência de infecção pelo novo coronavírus.

§ 5º – Em observância ao que determina os Decretos nº 40.923, de 26/06/2020 e nº 40.939, de 02/07/2020, bem como em atenção às necessárias medidas de prevenção, está suspensa a utilização das catracas, bebedouros, armários e chuveiros do Iate Clube de Brasília.

§ 6º – Em atendimento ao que determina o Decreto nº 40.988, de 13 de julho de 2020, fica vedada a prática de quaisquer esportes coletivos, bem como a utilização de áreas coletivas, tais como piscinas, churrasqueiras, saunas e afins;

§ 7º – Está suspensa a realização de aulas coletivas e modalidades esportivas que propiciam contato físico.

§ 8º –  Em atendimento ao que Determina o Decreto nº 40.923, de 26/06/2020, fica vedada a utilização de espaços para a realização de piqueniques ou outras atividades que gerem aglomeração;

§ 9º – A Academia do Iate Clube de Brasília funcionará a partir do dia 16/07/2020, observando as determinações contidas no Decreto nº 40.939, de 02 de julho de 2020, e no Protocolo de Reabertura da Academia, normativo elaborado pela Diretoria do Espaço Saúde e Comodoria, publicado em 14/07/2020;

Art. 2º – Os bares, restaurantes e demais concessionários instalados dentro do Clube poderão funcionar, obedecendo as regras impostas no Decreto nº 40.939, de 02/07/2020, bem como as determinações descritas no Protocolo de Reabertura de Concessionários, normativo elaborado pela Diretoria Administrativa e de Recursos Humanos e Comodoria, publicado em 14/07/2020.

Art. 3º – O Iate Clube de Brasília publicará planilha contendo o horário de funcionamento dos concessionários estabelecidos no âmbito do Clube que optaram por reabrir, diante da autorização contida no Decreto nº 40.988, de 14/07/2020.

Art. 4º – As pessoas físicas e jurídicas sujeitar-se-ão ao cumprimento das medidas previstas nos Decreto nº 40.923, de 26/06/2020, nº 40.939, de 08/07/2020 e nº 40.648, de 23/04/2020, sob pena de multa, interdição e demais sanções administrativas e penais, nos termos previstos em leis e Decretos que regem a matéria.

§ 1º  A inobservância dos protocolos e das medidas de segurança recomendados pelas autoridades sanitárias previstas no Decreto nº 40.923, de 26/06/2020, sujeita o infrator, cumulativamente:

  1. às penas previstas no art. 10, da Lei federal nº 6.437, de 20 de agosto de 1977;
  2. à incidência de crime de infração de medida sanitária preventiva de que trata o art. 268, do Código Penal;
  3. à suspensão do alvará de funcionamento, enquanto perdurar o estado de calamidade pública gerado pela pandemia de COVID-19;
  4. à interdição total ou parcial do estabelecimento ou atividade pelos órgãos de fiscalização.

§ 2º As penas referidas no parágrafo anterior serão aplicadas tanto ao Clube quanto às pessoas físicas que descumprirem as regras contidas nos Decretos.

Art. 5º – A inobservância das normas descritas no presente normativo poderá acarretar na abertura de procedimento disciplinar, bem como está sujeita às sanções do Poder Público descritas no presente artigo.

Atenciosamente,

      Marili Maria Amorim P. Rodrigues Diretora Administrativa e de Recursos Humanos       Rudi Finger Comodoro

PROTOCOLO DE REABERTURA – ACADEMIA DO IATE CLUBE DE BRASÍLIA

Prezados Associados,

A Diretoria do Espaço Saúde, em conjunto com a Comodoria, informa a todos os Associados que está trabalhando para que o retorno dos alunos e colaboradores seja o mais seguro possível, observados os protocolos e medidas de segurança recomendados pelas autoridades sanitárias e pelo Governo do Distrito Federal.

Assim, esclarecemos que a rotina de funcionamento do Espaço Saúde foi adaptada, visando resguardar a saúde de todos os frequentadores e colaboradores, bem como atender às determinações do Poder Público.

Neste sentido, informamos que, com a publicação do Decreto nº 40.988, de 14/07/2020, que alterou o Decreto nº 40.923, de 26/06/2020, que dispõe sobre a abertura de clubes recreativos no DF, possibilitando o funcionamento de academias, bares e restaurantes em seu interior, e, conforme deliberação do Iate, a partir do dia 16/07/2020, quinta-feira, está permitido o funcionamento da Academia do Clube, observados os seguintes critérios:

Art. 1º – A Academia do Iate Clube de Brasília, a partir do dia 16/07/2020, funcionará de segunda a sexta-feira, das 6h às 21h, aos sábados de 8h as 17h e os domingos de 9h às 15h, sendo que todos os frequentadores deverão observar, obrigatoriamente, todos os protocolos e medidas de segurança recomendados pelas autoridades sanitárias e pelo Iate Clube, inclusive:

  1. O distanciamento mínimo de dois metros entre as pessoas;
  2. A utilização de álcool em gel 70% para higienização das mãos e equipamentos, sendo que o álcool será fornecido pelo Clube;
  3. A utilização de máscaras de proteção facial, conforme disposto na Lei nº 6.559, de 23 de abril de 2020, e no Decreto nº 40.648, de 23 de abril de 2020;
  4. Aos alunos que cancelaram sua matrícula, há a necessidade de realização de rematrícula, preferencialmente de forma virtual, através do e-mail [email protected];
  5. A necessidade de agendamento dos serviços de musculação e ergometria, pilates no equipamento, fisioterapia, nutrição e montagem de treino, preferencialmente de forma virtual, através do sítio do Clube www.iateclubedebrasilia.com.br;

§ 1º – Em atendimento ao que determina o Decreto nº 40.939, de 02 de julho de 2020, os equipamentos foram reorganizados de forma que haja o distanciamento mínimo de dois metros entre eles, sendo proibida a utilização de equipamentos que estão interditados em virtude de o distanciamento ser inferior a dois metros.

§2º – Em observância ao que determina o Decreto nº 40.939, de 02 de julho de 2020, está suspensa a utilização das catracas, bebedouros, armários e chuveiros, bem como a realização de aulas coletivas e modalidades que propiciam contato físico.

§3º – O funcionamento da Brinquedoteca da Academia está temporariamente suspenso.

§4º –  Não haverá fornecimento de toalhas aos alunos.

§5º – O aluno deverá trazer de casa sua garrafa de água e, caso seja de seu interesse, toalha.

§6º – Na entrada do Espaço Saúde haverá conferência do agendamento dos serviços, bem como será realizada a desinfecção das mãos e pés, sendo que os frequentadores deverão observar a demarcação existente na entrada para que o distanciamento mínimo entre as pessoas seja respeitado.

§ 7º – A Diretoria do Espaço Saúde disponibilizará toalhas de papel e produto específico de higienização para que os Associados possam usar nos equipamentos de treino, como colchonetes, halteres e máquinas, com orientação para descarte imediato das toalhas de papel nas lixeiras que estarão disponíveis.

§ 8º – Os espaços destinados à prática de exercício com peso livre foram delimitados com fita, sendo que os frequentadores devem observar a delimitação existente, respeitando o limite de distanciamento entre as pessoas.

§ 9º – A duração das aulas e dos serviços oferecidos pela Academia foi reduzida a fim de viabilizar a execução dos novos protocolos de limpeza, posto que, conforme determina o Decreto nº 40.939, de 02 de julho de 2020, é necessário o fechamento da Academia de 1 a 2 vezes ao dia, por pelo menos 30 minutos, para limpeza geral e desinfecção dos ambientes.

§10º – Para a modalidade musculação/ergometria haverá disponibilização de 40 (quarenta) vagas por horário.

§11º – Para a modalidade pilates no equipamento haverá disponibilização de 1 (uma) vaga por profissional/horário, posto que a aula será realizada individualmente e com duração de 40 (quarenta) minutos. A viabilidade de marcação permanece inalterada, ou seja, o Associado poderá realizar duas aulas por semana, com marcação para semana subsequente.

§12º – Para as modalidades fisioterapia e nutrição haverá redução no tempo de atendimento, passando de 60 (sessenta) para 50 (cinquenta) minutos. O agendamento será realizado de forma, exclusivamente, virtual.

Art. 2º – A não observância das normas descritas no presente protocolo poderá acarretar na abertura de procedimento disciplinar, bem como está sujeita às sanções do Poder Público.

A Diretoria do Espaço Saúde, em conjunto com a Comodoria, informa que continuará ofertando serviço de excelência ao Quadro Social, bem como continuará prezando pela garantia da segurança, bem-estar e saúde da coletividade.

Atenciosamente,

Maria Cecília de Almeida Moço Diretora do Espaço Saúde Rudi Finger Comodoro

Atenção Sócio: Informação sobre a Academia

Caro Associado,

Esclarecemos que o Iate Clube de Brasília está com tudo preparado para a reabertura da Academia.

Mas, infelizmente, de acordo com o decreto que trata da reabertura dos clubes, não está autorizada a reabertura das academias dentro desses espaços.

Estamos aguardando a autorização e, por este motivo, não podemos ainda reabrir a nossa academia, conforme estava previsto anteriormente. Estávamos esperando que fosse autorizado, mas até o momento não tivemos uma posição, por isso estamos comunicando a vocês.

Pedimos compreensão e esperamos ter uma posição sobre o assunto em breve.

Atenciosamente,
Direção do Espaço Saúde

Iate reabre com rotina de segurança

O Iate Clube de Brasília reabriu no último sábado, dia 04 de julho, com protocolos de segurança, em cumprimento às determinações do Governo do Distrito Federal e da Organização Mundial de Saúde (OMS). Entre as medidas, estão o uso de EPIs pelos colaboradores, disponibilização de álcool em gel 70% em todos os setores e o uso de máscara de proteção facial obrigatório em todo o campus. Todos os frequentadores têm a temperatura corporal aferida na entrada e as mesas e cadeiras estão dispostas a uma distância mínima de dois metros umas das outras e são higienizadas com frequência. 

“Foi uma grande alegria reabrir as portas e voltar a receber a Família Iatista. Nesta primeira semana, pudemos observar que os Sócios foram nossos parceiros. Não registramos aglomerações ou resistência no cumprimento das novas regras impostas para a reabertura com segurança”, contou o Comodoro Rudi Finger.

Piscinas, churrasqueiras, sauna e outras áreas coletivas continuam proibidas, assim como a prática de qualquer atividade coletiva, inclusive piqueniques. Bares e restaurantes seguem funcionando apenas para a venda de bebidas não alcoólicas. Como os bebedouros estão interditados, é recomendável que o Associado traga sua garrafinha para água. Lembramos que o funcionamento do Iate, nesta fase, é das 7h às 20h, a partir de hoje dia 10. A entrada dos Sócios é realizada apenas pela Portaria Principal e a saída, exclusivamente pela Portaria Norte.

Clube de Corrida mantém alunos ativos mesmo com distanciamento social

Mesmo em plena pandemia, os atletas de corrida do Iate conseguem manter a rotina de treinos e trazer troféus para o Clube. Nos meses de maio e abril, a professora Larissa Pacheco manteve à distância um desafio com os alunos do Clube de Corrida, para que eles não deixassem de praticar atividade física, tão importante neste momento. Os alunos tinham que cumprir as metas no quintal de casa, na esteira, ou na rua, desde que não corressem acompanhados e nem em lugares movimentados, o que motivou os alunos a se manterem ativos.

Com o novo formato de corridas no Brasil, foi criada a corrida virtual pela GO RUN, da empresa Conta Passos. Os kits foram entregues em casa, a largada foi ao vivo pelo Youtube e o resultado publicado no site pelo relógio de cada atleta. O Iate obteve duas excelentes colocações no geral. Carla Benevides conquistou o 1º lugar nos 7km correndo na esteira e Paula Mantovani ficou com o 2º lugar nos 21km correndo na rua. “A corrida é um dos únicos esportes que tem agitado as pessoas na pandemia, por ter a vantagem de ser praticada sozinha e em qualquer lugar”, disse a professora.

Vans do Iate são adesivadas

Dois veículos do Iate que atendem às demandas do Clube estão de cara nova! As vans receberam nova adesivação que, além de tornar mais fácil a identificação, protege a pintura dos veículos.

Sócio: Atenção à sinalização dos estacionamentos do Clube!

O Iate Clube de Brasília dispõe de um “Regulamento de Uso dos Estacionamentos e do Fluxo de Veículos”, que foi desenvolvido para disciplinar o uso correto dos mesmos e, assim, evitar acidentes e possíveis desconfortos aos Associados. O regulamento foi aprovado pelos Conselhos Diretor e Deliberativo em abril de 2017 e está disponível para consulta no site do Iate, pelo link: https://www.iateclubedebrasilia.com.br/regulamentos.

Seguindo as normas, as vagas dos estacionamentos são demarcadas de maneira nítida e visível, levando em conta o racional aproveitamento de espaço e o melhor fluxo de veículos, inclusive ambulâncias e veículos do Corpo de Bombeiros. É de suma importância que a sinalização seja respeitada e que os carros não estacionem fora das vagas demarcadas. Existem, no estacionamento, espaços marcados como proibidos para estacionar, pois é imprescindível que fiquem abertos para garantir espaço de manobra e visão lateral, seguindo o normativo do DETRAN.

O Iate está atento para cumprir rigorosamente o que o normativo de segurança precede e, assim, diminuir as ocorrências de colisões em manobras. A não observância das normas dispostas neste regulamento sujeita o infrator às sanções previstas no art. 40 do Estatuto.