NOTA DE SOLIDARIEDADE AO COMODORO RUDI FINGER

Os Diretores do  Iate Clube da gestão 2017/2020 se solidarizam com o Comodoro Rudi Finger, que passou a responder indevidamente processo administrativo disciplinar aberto por determinação do Presidente do Conselho Deliberativo, sob o pífio argumento de não ter sido procedida a demolição da antiga sauna no prazo de 120 dias estipulado na reunião de fevereiro/2020.

Todos os membros do Conselho Diretor têm conhecimento sobre as medidas  que vêm sendo tomadas pelo Comodoro visando realizar a demolição, já que diversas diretorias estão diretamente envolvidas na sua execução, tais como jurídico, financeiro, engenharia,   administrativo e operações logísticas, e após a análise acerca da legalidade da prática do ato, deparou-se com a possibilidade do prédio fazer parte do acervo arquitetônico tombado  do Plano Piloto, já que foi construído  mesmo antes da inauguração da Capital Federal para sediar a Novacap, sendo imprescindível o pronunciamento dos órgãos governamentais, tanto que foi  protocolado  pedido  nesse sentido  junto à Secretaria de Desenvolvimento Urbano do GDF, ainda pendente de resposta.

A competência do Comodoro para realizar os atos executivos, previsto no art. 91 do Estatuto, traz consigo a grande responsabilidade de zelar pela sua legalidade e pelo bom nome do  IATE, não  podendo ser imposta  a tomada de decisões contrárias à lei ao bel prazer de quem quer que seja, sob pena de todo o quadro social sofrer as suas consequências.

Outro  ponto que merece repúdio é o fato ter sido  divulgado  no Jornal  Metrópoles, do dia 25 de junho do corrente ano, a matéria denominada “Divergência sobre antiga sauna  do  Iate Clube ameaça permanência do Comodoro”, onde  há informação  sobre a abertura do processo disciplinar, quando  sequer o ato tinha sido  publicado  no  Jornal  do Iate, e nela se afirma que o Comodoro deixou de atender determinação do Conselho Deliberativo, o que ameaça a sua permanência à frente da associação, fato que é flagrantemente contrário ao que dispõe o art. 4º. da Resolução 001/2011  do próprio Conselho Deliberativo,  na qual é assegurado o sigilo necessário à elucidação dos fatos ou exigidos pelo interesse da instituição e a sua divulgação da forma como ocorreu denigre a imagem do Comodoro  e do próprio Iate, somente se justificando sua propagação pela ação delituosa de pessoas descompromissadas com o futuro do Clube e que não respeitam o regramento interno e pretendem implantar o caos e a insegurança jurídica, o que certamente trará sérios prejuízos a todos.

Desse modo, registra-se, com pesar, que o ato impensado do Presidente do Conselho  desrespeita o trabalho desenvolvido pelo Conselho Diretor nos últimos anos, assim como  ofende a honra do Comodoro Rudi Finger, que vem exercendo suas funções com zelo e  dedicação  integral, empenhando todos os seus esforços pessoais em prol da família iatista em detrimento da sua vida pessoal, com o que repudiamos veementemente o ato de abertura do processo administrativo, pois sequer considerou que desde março o Clube encontra-se fechado em razão da Pandemia do Novo Coronavírus e a maioria das atividades do País paralisadas ou sendo desenvolvidas de forma sofrível, o que é de conhecimento público e notório, tanto que diariamente são editadas leis criando normas de caráter transitório e emergencial para regulação das relações jurídicas, tanto que  até mesmo os prazos prescricionais foram suspensos, mandatos prorrogados, eleições adiadas entre outras, o que demonstra a excepcionalidade desse período sem precedentes na história da humanidade.

Brasília, DF, 25 de junho de 2020. 

Temístocles Grossi

1º.  Vice-Comodoro e Diretor de Esportes Coletivos

Celina Mariano de Oliveira Silva

2ª. Vice-Comodoro

Juliano da Cunha Frota Medeiros

Diretor Jurídico

Carlos Alberto Ferreira Junior

Diretor Secretário

João Alfredo de Mendonça Uchôa

Diretor Financeiro

Marili Maria Amorim Peixoto Rodrigues

Diretora Administrativo e de Recursos Humanos e Assessora do Comodoro

Ricardo  Macedo

Diretor de Patrimônio  e Suprimentos

Francisco Carpóforo da Rocha Neto

Diretor de Engenharia

Francisco Zenor Teixeira

Diretor de Operações e Logística

Nelson Campos

Diretor Social

Carlos Alberto Santiago

Diretor Cultural

Sidney Campos Silva

Diretor de Comunicação  e Marketing

Nelson Diniz de Oliveira

Diretor Médico

Flavio  Martins Pimentel

Diretor de Esportes Náuticos

Ana Claudia de  Oliveira  Costa Barreto

Diretora de Esportes Individuais e Vice-Diretora de Patinação

Maria Cecilia de Almeida Moco

Diretora  do Espaço Saúde

 Edward Cattete Pinheiro Filho

Vice-Diretor de Esportes Aquáticos

André Ruelli

Vice-Diretor de Informática

Danilo Mello Mattos

Vice-Diretor de Windsurf-SUP

Tomaz Alves Nina

Vice-Diretor de Informática

Moisés do Espírito Santo Júnior

Vice-Diretor de Sinuca

Marcelo Teixeira Gallerani

Vice-Diretor Motonáutica

Marília Aparecida Rodrigues dos R Gallo

Vice-Diretora de Jogos de Carta

Ruy Parente Vianna Filho

Vice-Diretor de Peteca

Gilson Machado da Luz

Vice-Diretor de Tênis

Jaime Sampaio Bicalho

Vice-Diretor de Tênis de Mesa

Rodolfo Gonçalves Júnior

Vice-Diretor de Squash

Luciano Ponte de Oliveira

Vice-Diretor de Futevôlei

Ana Carolina Aguiar Cardoso Naves

Vice-Diretora do Clube de Corrida

Juliano Camargo Rosas

Vice-Diretor de Escolas Náuticas

Maurício Carneiro de Albuquerque

Vice-Diretor de Planejamento e Orçamento

Jorge Eduardo Barreto Brasil

Vice-Diretor de Voleibol

Eider Alves de Faria e Queiroz

Vice-Diretor Social

André Luis da Silva

Vice-Diretor de Futebol

André de Azevedo Machado

Vice-Diretor de Basquete

Gilmar Tadeu Soriano

Vice-Diretor de Judô

Alexandre José Amaral Ferreira

Vice-Diretor Beach Tênis

Martim Francisco Bottaro Marques

Vice-Diretor Técnico  do Espaço Saúde

Marcelo Verano Silva

Vice-Diretor Administrativo do Espaço Saúde

Eliete de Pinho Araújo

Presidente do EMIATE

Nídia Marlene Fernandes

Vice-Presidente do CIATE

João Lima Bastos

Presidente do CIATE

Guilherme Juliano

Ouvidor Geral

José Lírio Ponte Aguiar

Assessor do Comodoro