Academia dá dicas de treinos e de nutrição nas redes sociais do Iate

Para amenizar os efeitos do período de isolamento social, que pode causar stress e ansiedade, o exercício físico pode ser uma excelente ferramenta, trazendo melhoria da condição física e mental. 

São inúmeros os benefícios da prática regular de atividade física e manter uma regularidade na prática é fundamental para promoção da sua saúde global. Pensando nisso, os profissionais de Educação Física da Academia do Iate, prepararam um rico material para que os Associados possam se exercitar mesmo que o Clube ainda esteja com as portas fechadas. São exercícios funcionais, baseados nos movimentos naturais do ser humano, como pular, correr, puxar, agachar, girar e empurrar, todos eles adaptados para serem executados em casa, sem acessórios ou no máximo com itens facilmente encontrados nas residências, como toalhas, cadeiras e sofá, entre outros.

Os treinos estão sendo publicados toda semana, nas páginas do Iate Clube de Brasília no Instagram e no Facebook. Aproveite as dicas dos professores e se exercite em casa! Mas, lembre-se sempre da importância de respeitar os limites do seu corpo, pois cada indivíduo tem seu ritmo. Como as as atividades são feitas sem supervisão, tenha sempre muita atenção aos movimentos, para evitar lesões e, caso sinta dor ou cansaço, pare e descanse. 

Alimentos aliados – A nutricionista esportiva da Academia do Iate, Laura Bianca Pires, também está dando dicas de alimentação nas redes sociais do Iate. Confira os cinco alimentos que ela listou como aliados na redução do estresse e da ansiedade, que podem ser muito úteis especialmente neste momento de distanciamento social:

1. Abacate: além de ser uma excelente fonte de gordura insaturada, que auxilia na redução do colesterol “ruim” LDL, também é rico em Beta-sitosterol, um excelente modulador de estresse.

2. Cacau (presente no chocolate 70%): fonte de flavonóides, que gera maior efeito protetor do sistema cardiovascular, e Triptofano (precursor da serotonina), que promove bem estar.

3. Semente de abóbora: fonte de triptofano (precursor da serotonina), que gera bem estar.

4. Aveia: fonte de fibras solúveis, que auxiliam na melhoria do trânsito intestinal, favorecendo o crescimento de bactérias benéfica e triptofano (bem estar).

5. Chás camomila e mulungu: regulam o sono por terem ação no neurotransmissor (GABA), que auxilia na redução dos níveis alterados de cortisol. A recomendação é de 4g ao dia.