Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

Conselheiros legitimam atualizações no Regimento Interno

Outro item de pauta aprovado por unanimidade pelo pleno do Conselho Deliberativo foi o Regimento Interno do órgão colegiado, nos termos do parecer da Comissão encarregada de analisar a matéria, com as emendas do Conselheiro Nato Edward Cattete Pinheiro Filho, complementada pelo Presidente do Conselho Deliberativo, Edison Garcia.

A Comissão, composta pelos Conselheiros Mauro Diniz Brumana, João Rodrigues Neto e Arnaldo Godoy, apresentou a nova proposta de redação do Regimento, contemplando as inovações que foram feitas no início do mandato e que agora contemplam, em definitivo, o documento que rege o funcionamento das reuniões do Conselho Deliberativo.

O Conselheiro Brumana explica que, entre as principais mudanças, estão a criação das Comissões Permanentes de Inovação, Governança e Conformidade (compliance); Social; e Esportiva, bem como a permissão para realizar as reuniões virtuais onde os Conselheiros poderão participar, discutir e votar por meio de uma plataforma de vídeo.

“As reuniões virtuais têm se mostrado necessárias e extremamente proveitosas. Trazê-la, em definitivo, para o bojo do Regimento é uma iniciativa que contribuirá, de maneira significativa, para o maior dinamismo, agilidade e modernidade do funcionamento das reuniões do Colegiado”, constatou o Presidente da Comissão, Mauro Brumana. 

Outro item que a Comissão se debruçou sobre o assunto foi os prazos para apresentação de emendas e pareceres substitutivos, bem como o parecer da Comissão. De acordo com os membros, as proposições, quando apresentadas oralmente em plenário, sem audiência prévia da Comissão técnica pertinente, impedem a análise acurada de seus impactos e consequências.

Após amplo debate entre os Conselheiros, foram aprovadas alterações nos artigos 29, 31 e 33, com dilatação dos prazos ora estabelecidos, a fim de proporcionar maior fluidez aos trabalhos da Secretaria do Conselho.

“Temos procurado melhorar a governança do funcionamento das reuniões, permitindo a participação remota dos Conselheiros. A modernidade oferece essa oportunidade de colaborar com o aumento da transparência e eficiência, bem como uma prestação de contas mais assertiva. Além disso, com a ampliação dos prazos, os Conselheiros terão mais tempo para analisar as proposições, permitindo que tenham uma visão mais abrangente e embasada”, concluiu o Presidente do Conselho Deliberativo, Edison Garcia.  

Compartilhe esse conteúdo nas suas redes sociais:

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Outras matérias